Aproveitando as oportunidades de evangelização que se apresentam nas Olimpíadas 2016, a Convenção Batista Carioca, através de seu departamento missionário (Missões Rio), já começou a firmar parcerias com igrejas e voluntários que desejam participar das ações que irão alcançar atletas, torcedores e comunidades do Rio de Janeiro com o amor de Cristo.

Além da igreja batista, outras denominações e organizações missionárias – incluindo internacionais – já se apresentaram para somar forças no movimento que recebeu o nome de Braços Abertos. São elas: Christians Skater (EUA), IMB (EUA), More Than Gold (EUA), Exército da Salvação, Coalizão Brasileira de Esportes, Atletas de Cristo, Conexão Voluntários em Campo, Igreja Sara Nossa Terra, Assembleia de Deus – Campo Jacarepaguá, Assembleia de Deus – Campo Vila Aliança, Rede Global de Artes (REGAR), Ministério Vida Relevante, Ministério Mestre na Bola, Atletas em Ação, RENAS-Rio, Mc.8.32, Operação Mobilização – OM, Ministério Novos Rumos, Capoeiristas de Cristo, AME Brasil, JOCUM.

Cada organização se responsabilizará por uma parte da estratégia de evangelização nas Olimpíadas 2016. Portanto, podemos esperar por uma programação bem diversificada, com atividades para diferentes públicos.

VEJA TAMBÉM
Cristãos são condenados por evangelizar

Os voluntários receberão treinamento específico para evangelização com a utilização de uma linguagem esportiva, a ser ministrado por uma das organizações integrantes do movimento. Além disso, congressos, vigílias de oração e outros encontros já estão acontecendo com o objetivo de integrar os participantes.

Apesar da possibilidade de alcançar muitas nações com o evangelho, O pastor Ulisses Torres, coordenador de Missões Rio, explica que o maior legado do Movimento Braços Abertos é o fortalecimento da igreja local. “Não é a evangelização em massa, mas pessoas que entenderão a beleza da causa do mestre e irão se engajar localmente numa igreja próxima de sua casa.”

Durante os jogos, que acontecem entre os dias 5 e 21 de agosto de 2016, espera-se cerca de 400 mil estrangeiros, de acordo com a Embratur. A grande concentração estará nos bairros cariocas de Copacabana, Deodoro, Maracanã e Barra. No entanto, há uma expectativa de que pelo menos 380 mil turistas visitem outras cidades brasileiras. Com informações CH

A562a6f2e45fe1

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.