Da Redação
Ricardo Costa

Missionários batistas realizaram 30 batismos em plena selva amazõnica equatoriana. Desceram as águas 30 índigenas de um comunidade do indígena shuar, em Kuamar. Segundo informações do portal da Junta Mundial de Missões, foi a primeira celebração de batismos entre índios desse grupo, que tem sido visitado e acompanhado por Fabiane Farias, Jesse James e Ariel Onorio, missionários participantes da décima turma do projeto Radical Latino-Americano.

“Foi emocionante para nós, do Radical, participar efetivamente deste feito, assim como da primeira Santa Ceia realizada na comunidade. Saímos de lá com as bases lançadas para a fundação da mais nova igreja na selva amazônica equatoriana”, conta Fabiane.

Além da saúde espiritual, nossos missionários também cuidam da saúde física dos integrantes da comunidade indígena.


Índigenas sendo batizados na selva amazônica equatoriana. Foto:Divulgação/JMJ

“Percebemos que a grande maioria está contaminada com parasitas intestinais. Por isso, na próxima viagem queremos levar medicamentos para tratar as pessoas da comunidade. Ore para que consigamos levantar verba para a compra desses medicamentos. Gostaríamos também de deixar uma maleta com aparelho de pressão arterial, termômetro, material de curativo e medicamentos básicos para o caso de pequenas emergências”, conta a missionária Fabiane, que é enfermeira.

VEJA TAMBÉM
Voluntários batistas levam ajuda ao Oriente Médio

A JMJ informou também que os missionários conseguiram a aceitação para serem capelães em dois hospitais equatorianos, Eugenio Espejo e Bacca Ortíz, este último especializado em pediatria.

“No primeiro, nós já temos três semanas de atuação, tendo bastante êxito no convívio com os pacientes e com a equipe profissional, sempre procurando levar amor e conforto aos que estão vivenciando momentos de angústia. É tão maravilhoso poder ser luz no meio dos que sofrem ao levar amor e compreensão e, dessa forma, ver o Evangelho sendo transmitido e consolidado no meio dos perdidos”, relata Fabiane.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.