O filme “Questão de Escolha” da Graça Filmes ganhou oito estatuetas no III FNCC (Festival Nacional de Cinema Cristão): melhor filme, melhor direção (David A. R. White), melhor roteiro (Tommy Blaze), melhor fotografia, melhor direção de arte, melhor música, melhor trilha sonora e melhor montagem e edição. A noite de premiação fechou os três dias de evento no Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro – Cine Odeon e contou com a presença de pessoas ilustres como personalidades públicas, políticas e comunicadores em geral, além dos artistas e cineastas.

Reinaldo Mendes, diretor-executivo da Graça Filmes agradeceu por cada estatueta, citando a empresa e toda a equipe: “Deus seja louvado. O cinema é uma arte e a Graça Filmes agradece. Essa premiação representa muito para a empresa e para o cinema cristão”.

O filme “Três Histórias e um destino”, escrito pelo missionário R. R. Soares”, também da Graça Filmes, ganhou na categoria melhor atriz, com Zoe Myers e melhor ator, com Daniel Zacapa.

Já o filme “Renascer – Acendendo a Chama Outra Vez”, da CPAD, ficou com as categorias de melhor figurino e melhor maquiagem. O autor e roteirista, Luaran Lins, representou toda a equipe recebendo a premiação e agradecendo o apoio dos mesmos. A CPAD também foi representada pelo Pr Alberto Serafim, presidente da CEADER (Convenção Evangélica das Assembleias de Deus no Estado do Rio de janeiro)

O melhor média metragem foi “Perdão – O filme”: “É difícil concorrer com outros filmes cujo protagonista é o Senhor. Isso só é o começo do que Deus está fazendo com as artes cristãs”, disse Maurício Bettini, roteirista e diretor.

O melhor curta foi “Alegria” e melhor documentário: “Quando posso ver meu rosto nele”.

A animação “Midinho, o Pequeno Missionário” (Jesus Encoraja Seus Discípulos) ganhou em sua categoria.

Pela primeira vez no FNCC foram premiadas as categorias de melhor série, melhor humor e melhor filme estrangeiro.

O trabalho “Povos e Línguas” ganhou como Melhor Série. Valeria Valenssa, ex-globeleza, convertida ao Evangelho há 12 anos, entregou a estatueta a Fabiana Torres que agradeceu lembrando que o trabalho da equipe é em prol da mobilização missionária no Brasil. “Nosso trabalho é para que todos os povos adorem a Deus”, completou a ganhadora.

“Ou Vai ou rocha”, do Canal Ignóbeis foi premiado como melhor humor.

“Somos meninos perto de tanta gente experiente. É uma honra para nós”, agradeceu Felippe Mereu, diretor.

E, por fim, na categoria de filme estrangeiro, o destaque foi para “O Drama do Alzheimer – Uma história de Fé e Esperança”. Leandro Nemer falou em nome da BV Filmes e explicou que o filme é para auxiliar as pessoas que vivem este drama familiar.

Cada vencedor recebeu uma estatueta criada pelo diretor e produtor musical de trilhas sonoras, Moses Gomes e confeccionada pelo artista plástico, Osvaldo Gaia. A estatueta representa o alicerce do cineasta cristão. É formado por uma silhueta em fita de película representando o corpo do cineasta e um carretel que representa a cabeça do cineasta cristão. A homenagem mostra que todos os projetos, roteiros e produções surgem a partir do momento em que o cineasta tem a sua cabeça tocada pelo Espírito Santo de Deus, neste ato representado pela pomba que vem gravada no rolo (carretel). Na Bíblia vemos uma ponta de folha solta. Moses Gomes quis deixar simbolizada a importância de se abrir, manusear e estudar a Palavra de Deus, como inspiração ao cineasta cristão.

 “O conceito da estatueta é totalmente espiritual, de nos despojar todo dia do nosso EU, só então, vamos escrever os melhores roteiros e produzir as melhores obras”, explicou Veronica Brendler, produtora cultural e diretora da Agenda Cultural Brasil, organizadora do evento.

Personalidades

Para Verônica o evento foi um sucesso:  “Cinema Cristão é nosso chamado e mais uma vez marcamos o território principalmente no mundo espiritual. Foram três dias esse ano: tivemos a Mostra de Cinema com diretores norte americanos e grandes profissionais nacionais. O Cinema Cristão está crescendo muito rápido e qualificar os profissionais é muito importante. E eu agradeço a Deus e a equipe que a cada ano trabalha comigo e torna possível todo este festival.”.

A cada ano o Festival tem sido prestigiado por diversos profissionais, desde os apresentadores aos convidados. Esta terceira edição contou com a apresentação de Alexandre Dias, do Ministério Sob Tuas Asas; Ilana e a Banda dos Bichos; Peculiar Family; Angelo Torres e Oziel Silva.

Marco Ribeiro, diretor de Dublagem e dublador de atores como: Tom Hanks, Jim Carrey, Robert Downey Jr., e Rosane Felix, locutora da Rádio 93 FM foram os apresentadores oficiais da noite. Enquanto as 19 categorias foram apresentadas por Adriana Tozzi, atriz e apresentadora; Alexandre Rodrigues, ator do Filme Cidade de Deus; Andreia Sorvetão, atriz e cantora; Cacá Santini, atriz e modelo; Claudia Mattos, locutora; Conrado, cantor; Elias Silva, pastor;  Ilana Vieira, atriz e pedagoga e os personagens da Banda dos Bichos-  Léo, o leão e Fina – a elefanta; Jhon Jhon Oliveira, humorista de Stand Up Comedy; Lincoln Lyra, apresentador da Rede Boas Novas e Viviane Alves, cantora e ex-dançarina do Faustão.

Hans Donner, designer alemão, naturalizado brasileiro, criador do logotipo da Rede Globo de Televisão, acompanhou sua esposa na premiação e disse estar muito feliz pela oportunidade de conhecer novos projetos.

Francisco Ferraz, coordenador do Cine Encontro do Festival do Rio, também compareceu e declarou que ficou impressionado com a qualidade do material apresentado e que para o próximo ano pretende estreitar a parceria com o FNCC.

O bispo Inaldo Silva, relações interdenominacionais da Igreja Universal do Reino de Deus também participou do Festival lembrado da importância da produção para a família brasileira.

Ygor Siqueira, diretor da 360 Way Up, falou um pouco do sucesso de “Deus não está morto” e convidou a todos a assistirem “Quarto de Guerra”, que estreia no dia 3 de dezembro nos cinemas.  O filme conta sobre o poder da oração. 

O norte-americano Del Baron que foi um dos palestrantes da Mostra e estava concorrendo a premiação na categoria Melhor Filme Estrangeiro com  “Adrenaline” falou sobre seu filme. O longa vai ser lançado em DVD no Brasil em dezembro.

“ O objetivo é que as famílias possam assistir a um filme juntos e demonstrar o amor que temos por Jesus”, destacou Del Baron.

O Festival de Cinema recebeu ainda o Selo IEVA DE EVENTO SUSTENTÁVEL.  Os principais componentes do selo são: seriedade, ética, responsabilidade social e sustentabilidade. E por cada pessoa que esteve presente no evento o Instituto Eventos Ambientais plantará uma árvore.

Já o Pastor Tom Sampaio, da Bola de Neve Church, encerrou a noite com uma mensagem de despertamento e encorajamento.

“Tudo que fazemos precisa ser voltado para Deus. (…) Não preserve seu nome, deixe aparecer o de Jesus. Deus quer te trazer de volta a essência”, finalizou.   

Próximo festival

E a organização do Festival já está preparando a IV edição:

“No início de 2016 vamos lançar o Curso de ‘Preparação de Atores’ com o ator Sandro Rocha da Novela ‘Os Dez Mandamentos’ e do filme ‘Tropa de Elite’, entre outros cursos. Já IV edição vem com uma proposta especial de unir os cineastas junto aos empresários. Produzimos o Filme O Reencontro do Amor (proposta de restauração de casamentos) com parcerias excelentes, tudo no amor, mas necessitamos de recursos. Eu creio que ainda teremos uma indústria cinematográfica no Brasil. Escrevam ótimos roteiros, preparem excelentes propostas que será grande o desafio do IV Festival! O Cinema Cristão é interdenominacional e a nossa visão é Reino, trabalhar unidos com único propósito de levar a mensagem de transformação aos quatro cantos da terra e que apenas o nome de Cristão seja exaltado”, adiantou Veroncia Brendler.  

Os melhores em cada categoria:

Melhor Filme de Longa Metragem
Questão de Escolha

Melhor Direção de Longa Metragem
David A. R. White (Questão de Escolha)

Melhor Ator de Longa Metragem
Daniel Zacapa (Três Histórias, Um Destino)

Melhor Atriz de Longa Metragem
Zoe Myers (Três Histórias, Um Destino)

Melhor Roteiro de Longa Metragem
Questão de Escolha

Melhor Fotografia de Longa Metragem
Questão de Escolha

Melhor Direção de Arte de Longa Metragem
Questão de Escolha

Melhor Figurino de Longa Metragem
Renascer – Acendendo a Chama Outra Vez

Melhor Maquiagem de Longa Metragem
Renascer – Acendendo a Chama Outra Vez

Melhor Música de Longa Metragem
Questão de Escolha

Melhor Trilha Musical de Longa Metragem
Questão de Escolha

Melhor Montagem/Edição de Longa Metragem
Questão de Escolha

OUTRAS CATEGORIAS:

Melhor Média Metragem
Perdão – O Filme

Melhor Curta Metragem
Alegria

Melhor Documentário
Quando Posso Ver Meu Rosto Nele

Melhor Série
Povos e Línguas

Melhor Animação
Midinho, o Pequeno Missionário (Jesus Encoraja Seus Discípulos)

Melhor Humor
Ou Vai ou Rocha

Melhor Filme Estrangeiro
O Drama do Alzheimer – Uma história de Fé e Esperança

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.