Uma tempestade derrubou o templo de uma igreja evangélica e matou um obreiro na cidade de Fartura do Piauí, localizada a 568 quilômetros ao sul da capital do estado, Teresina.

Os ventos que acompanharam a forte chuva de granizo causaram grandes estragos em diversas cidades da região, e derrubaram as paredes do templo assim que o culto da noite de quinta-feira, 26 de novembro, havia terminado.

Florisvaldo Ferreira dos Santos, 56 anos, obreiro, havia ficado na Igreja do Nazareno para fechar as janelas e portas do templo, quando a tempestade pôs abaixo as paredes do templo. Um homem que estava com Santos no local também ficou ferido.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e prestou socorro ao obreiro, que chegou a ser levado em estado grave ao Hospital Regional Senador Cândido Ferraz, em São Raimundo Nonato, mas não resistiu aos ferimentos. A outra vítima permanece internada, mas não corre risco de morte.

desabamento-igreja-evangelica-piaui

Maria Selma Rodrigues, uma professora que mora a poucos metros do que restou do templo revelou ao G1 que a tempestade começou após as 20h00, com muitos raios e ventos fortes.

VEJA TAMBÉM
Pastores e cantores evangélicos lamentam falecimento do cantor Milton Caetano

“Foi um temporal com granizo, um terror. Derrubou vários muros das casas, a igreja, um posto de combustíveis e uma torre de telefonia rural. A chuva começou entre 20h e 21h e a parede do muro da minha casa também caiu e molhou tudo na residência”, afirmou.

De acordo com a meteorologista Sônia Feitosa, o temporal teve ventos acima de 30 km/h: “Não temos como registrar a velocidade exata dos ventos no município porque nosso acompanhamento ocorre em São Raimundo Nonato, uma das cidades mais próximas. Lá os ventos chegaram a 30 Km, o que nos levar a crer que em Fartura a ventania foi na mesma velocidade ou bem próximo disso”, contou.

Com informações GospelMais

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.