A Secretaria Municipal de Segurança e Defesa Civil deu início, na manhã desta quinta-feira, 03, em Taquaralto, ao projeto “Guarda Dez”. O projeto tem como objetivo levar serviços da secretaria a várias regiões da cidade, com ações itinerantes.

Foto: Valério Zelaya Durante todo mês de dezembro, ocorrerão ações no período diurno e noturno, em regiões já pré-estabelecidas pela secretaria
Foto: Valério Zelaya Durante todo mês de dezembro, ocorrerão ações no período diurno e noturno, em regiões já pré-estabelecidas pela secretaria

Na praça da Igreja Matriz, foi instalado o gabinete itinerante de gestão integrada, em um microônibus com seis câmeras, que atenderá as demandas da comunidade. Ao todo serão empregadas nove viaturas, 60 agentes, entre guardas municipais e agentes de trânsito, três automóveis de apoio a atividades administrativas e um microônibus.

Durante todo mês de dezembro, ocorrerão ações no período diurno e noturno, em regiões já pré-estabelecidas pela secretaria. Uma viatura da Romu dará apoio às ações que serão desencadeadas no período noturno.

O Guarda Dez desenvolverá atividades integradas nas áreas de segurança, defesa civil, trânsito e transportes, saúde, desenvolvimento urbano sustentável e meio ambiente. Na oportunidade uma equipe da fiscalização de trânsito realizou blitz na marginal leste, da T0-050, onde foram apreendidas uma moto e uma caminhonete, ambas com documentação irregular.

VEJA TAMBÉM
Falece pastor Viralindo Silva, da Igreja Batista Central de Brasília

A equipe de fiscalização da Guarda Metropolitana Ambiental realizou a fiscalização sonora no comércio da Avenida Tocantins. “Os comerciantes foram orientados a manter o volume das caixas de som usadas para anúncios publicitários em níveis permitidos pela legislação”, relata o gerente de Fiscalização Ambiental da GMP, Heleno Freitas.

O presidente da Associação dos Moradores de Taquaralto, I etapa, Marcelo Martins da Conceição, (Marcelo Moreno), foi um dos primeiros a ser atendido no gabinete itinerante, pelo secretário da pasta.

Ao ser atendido, o presidente relatou problemas já detectados pela comunidade, como violência, assaltos, pontos fixos de consumo de drogas e  destruição do patrimônio publico. “Já era um desejo nosso sermos atendidos com ações preventivas e ostensivas aqui na região”, disse.

Ainda de acordo com Marcelo Moreno, a presença do poder público e a participação da comunidade são fatores determinantes no combate à criminalidade.

Para o secretário municipal de Segurança e Defesa Civil, Francisco Viana, o Guarda Dez aumentará a sensação de segurança na comunidade. “São ações integradas que possam alcançar a comunidade promovendo a melhoria na qualidade dos serviços prestados”, disse.

VEJA TAMBÉM
Por difamação contra Raul Filho, Justiça suspende programa eleitoral de Cláudia Lelis

Ainda de acordo com Viana, o grupo operacional da GMP é responsável pelas principais ações ostensivas e preventivas. As ações do Guarda Dez serão desenvolvidas nas regiões de Taquaralto, Setor Santa Fé, Santa Bárbara, Sonia Regina e Santa Helena.

Na sexta-feira, 04, as ações estarão concentradas na Avenida I, Praça do Aureny III, das 8 às 17 horas. (Ascom Palmas)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.