O município de Miracema volta a ser capital provisória do Estado nesta segunda-feira, 7, às 19 horas. Na ocasião, o governador em exercício, Osires Damaso, participa da sessão solene que será realizada na Câmara Municipal. Todos os anos, nessa data, o poder Executivo e o Legislativo são transferidos para primeira capital administrativa tocantinense, conforme o artigo 161 da Constituição Estadual.

Governador em Exercício, Osires Damaso
Governador em Exercício, Osires Damaso

Como parte das comemorações, a Assembleia Legislativa realiza sessão solene no município.  A cerimônia conta com a participação do governador em exercício, do presidente da Câmara Municipal, da prefeita de Miracema, além dos deputados estaduais, populares e pioneiros que fazem parte da história de Miracema.

A cidade, que atualmente possui 26.665 habitantes, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), já foi chamada de Xerente e Bela Vista na década de 1920 e em 1948 foi desmembrada de Araguacema, município do qual foi distrito. Uma história que começa com os garimpos da região do Tocantins e Araguaia, que atraíram imigrantes do Maranhão, Piauí e Bahia para o norte de Goiás.

VEJA TAMBÉM
Entidades reúnem-se com presidente da CCJ da Assembléia para discutir Lei do IGEPREV

História
A solenidade é uma homenagem pelo fato de, no dia 7 de dezembro de 1988, Miracema ter sido escolhida para ser Capital Provisória do Estado do Tocantins, sendo, portanto, a primeira capital. Os poderes constituídos permaneceram na cidade dos dias 1º de janeiro a 31 de dezembro de 1989. No dia 1º de janeiro de 1990, a sede do governo do Tocantins transferiu-se para Palmas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.