“Senhor, deixe seu amor encher nossos corações. Ajude-nos a perdoar de todo o coração essas pessoas que nos causaram mal”. Essa é a oração de um dos nove refugiados cristãos que deixaram tudo para trás e tiveram que fugir de Mosul, no Iraque, quando a cidade foi tomada pelo Estado Islâmico (EI). Mosul é a terceira maior cidade iraquiana e está sob domínio do grupo terrorista desde junho de 2014, quando a tomaram e declararam como a capital do EI no Iraque.

Em um vídeo produzido pela Mighty.La, intitulado “Os nove que venceram os Estado Islâmico”, os refugiados contam os momentos de terror pelos quais passaram. “Havia um carro do Estado Islâmico que passava com os megafones. Eles diziam que todos os cristãos tinham que sair de Mosul”, relata uma jovem universitária que cursava o primeiro ano de medicina. Outro refugiado lembra que “a maioria dos cristãos recusou a ficar e tentou fugir, mas aqueles que não conseguiram fugir se convertam ao Islã ou foram mortos”.

VEJA TAMBÉM
Serviço de inteligência acredita ter identificado o 'novo John jihadista'

Um dos momentos mais impactantes do vídeo é quando um taxista relembra o drama que viveu: “Eles vieram novamente no terceiro dia. Colocaram Pedro e lhe ordenaram que nos convencesse a mudar nossa mente sobre não se converter ao islamismo. Ele começou a conversar conosco e eu lhe disse para parar com aquilo. Ele disse que não nos libertariam e que talvez fossem nos matar. Então, eu comecei a fumar quatro pacotes de cigarros por dia. Fiquei preso ao vício do cigarro até uma sequestrada idosa me dizia para parar senão eu iria morrer. Eu lhe disse que queria morrer, pois era melhor morrer do que abandonar minha fé e virar muçulmano”.

No vídeo, com pouco mais de dez minutos, os refugiados também dizem o que essa situação significa para eles. “Se alguém quiser vir após mim, deve carregar sua cruz e me seguir. E agora estamos carregando nossa cruz e seguindo a Jesus”. “Nós dizemos que Cristo é tão precioso que não há nada que não possamos sacrificar por ele”. “É claro que a perseguição nos trará para mais perto de Deus, porque sentimos alegria quando somos perseguidos por causa de Cristo, porque não é algo pequeno ser perseguido por causa de Cristo e bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça. Eu digo para mim mesmo que nem sequer sou digno de se perseguido por causa de Cristo”.

VEJA TAMBÉM
Mesquita de autor do atentado em Manchester condena o terrorismo

A descrição do vídeo no youtube diz que os refugiados “ousam amar o Estado Islâmico e ousam trazer uma mensagem de esperança ao contrário da mensagem de ódio dos terroristas”.

Os nove refugiados ainda estão no Oriente Médio enquanto aguardam os resultados de suas solicitações de imigração para o Canadá. Eles recebem apoio da Mais, uma organização cristã internacional de ajuda humanitária que tem apoiado milhares de refugiados iraquianos e sírios por todo o Oriente Médio através de diferentes projetos de desenvolvimento comunitário.

Confira o vídeo.

Com informações Ultimato

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.