Foi rejeitado em segunda e última votação, nesta quinta-feira (17), o projeto de lei que concede título de cidadão goianiense ao pastor evangélico e deputado federal Marcos Feliciano (PSC-RJ).

Apesar de ter a maioria dos votos — o placar foi de 18 a 5 — a matéria não conseguiu a quantidade mínima para aprovação (24).

A proposta é do vereador e também pastor evangélico Divino Rodrigues (Pros). Na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) o relator foi Paulo da Farmácia (Pros), com parecer pela aprovação.

“Fico honrado. Cada vereador dá para quem quiser dar [a homenagem]”, explicou Divino.

“Tem alguns títulos que são polêmicos, mas costumo votar pelo vereador que propõe. Sendo essa pessoa polêmica ou não estou votando pela propositura do senhor”, disse Zander Fábio (PSL), do Bloco Moderado. “Quando um vereador apresenta proposta de título com certeza tem sua justificativa e quem sou eu para questionar”, pontuou Felisberto Tavares (PR). Ambos votaram a favor.

Votaram contra Djalma Araújo (Rede), Elias Vaz (PSB), Carlos Soares (PT), Clécio Alves (PMDB) e Jorge do Hugo (PSL). Com informações Jornal Opção

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.