A Secretaria Geral de Missões (SGM), das Igrejas do Evangelho Quadrangular do Brasil, está promovendo uma campanha de intercessão pelas crianças refugiadas de países afetados por conflitos. O convite da SGM é que cada cristão “neste mês de dezembro, quando lembramos com alegria que nosso Salvador veio ao mundo como um pequeno bebê, com a missão de nos resgatar, […] volte seus olhos, seu coração e suas orações para as milhares de crianças que estão sofrendo nos países em conflito armado”.

O Unicef afirma que além dos conflitos, a pobreza, os efeitos das mudanças climáticas e a falta de oportunidades estão tornando as crianças cada vez mais vulneráveis e têm empurrado milhões em viagens perigosas longe de suas casas. Segundo o órgão da ONU, mais de 16 milhões de bebês nasceram em zonas de conflito, em 2015 – um a cada oito de todos os nascimentos em todo o mundo neste ano. Em países afetados por conflitos, como Afeganistão, República Centro-Africana, Iraque, Sudão do Sul, Síria e Iêmen, ou em viagens arriscadas para fugir dos combates, recém-nascidos e suas mães enfrentam enormes riscos. Mulheres grávidas correm o risco de dar à luz sem ajuda médica e em condições insalubres. Seus filhos têm mais probabilidade de morrer antes de seu quinto aniversário.

criancas-refugiadas

Outros números apresentados pelo Unicef:

  • Mais de 200 mil crianças pediram asilo nos países da União Europeia nos primeiros nove meses de 2015, somando-se aos 30 milhões de crianças em todo o mundo forçadas a deixar suas casas em 2014 devido à guerra, à violência e à perseguição.
  • Mais de 250 milhões de crianças – ou uma a cada nove – vivem em países e áreas em conflito e enfrentam enormes obstáculos a sua saúde, sua educação e seu bem-estar.
  • Mais de meio bilhão de crianças vivem em zonas onde as inundações são extremamente comuns e quase 160 milhões vivem em lugares onde a gravidade da seca é elevada ou muito elevada.
  • Crianças representam quase metade de todas as pessoas que vivem em extrema pobreza, embora componham cerca de um terço da população mundial.

O site da SGM disponibiliza boletins com informações e motivos específicos de oração de cinco países afetados por conflitos. Confira e participe!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.