jimma

             “Tudo tem seu tempo”, com estas palavras o pregador inicia sua mensagem sobre o tempo, citando situações que o ser humano enfrenta e vivencia em toda sua vida.

            Baseando-se no tempo que é parte indivisível da vida terrestre, o escritor de Eclesiastes inicia inspirado por Deus um texto que diz: “Há tempo para todo propósito debaixo do céu”. Expressando que este tempo que vivemos é limitado a terra, mas é dirigido pelo céu, pois o Senhor tem o Poder Eterno.

            Chegamos ao final de mais um ano, sabendo que houve tempo para muitos acontecimentos em nossas vidas, houve tempo de sorrir, de amar, perdoar, aprender, ganhar e viver. Mas sabemos que também houve o tempo de chorar, de se chatear, de afastar, de ainda não conseguir, de perder e de morte. Há o Tempo com tempos, e vencer estes tempos é não desistir de viver o Tempo.

            O tempo jamais se afasta de nossas vidas, é divisor de dia e noite, pois por mais que haja sol como no Alasca por 6 meses consecutivos no ano, ainda haverá manhã e noite, em cada dia, pois o tempo é ordem de Deus para determinar aos homens e mulheres que vivam a vida no tempo que o Eterno concedeu.

VEJA TAMBÉM
Convenção de candidato a 1º vice-presidente da CGADB registra apenas 286 inscritos

            O tempo não é o fator de nosso sofrimento, e nem será determinante para a nossa alegria, pois o fundamental está como cada ser humano enfrenta o tempo que sobrevêm a sua vida. Sabendo está pronto para cada novo tempo que virá. Pois assim como um ponteiro percorre o relógio indicando a mudança das horas, a nossa vida pelos tempos nos indica que precisamos mudar, para a mudança da vida que vivemos.

            Junto com o final de mais um ano, é o inicio de um novo período da nossa vida, e o ano de 2016 será um ano bissexto, então, além dos  365 dias ainda teremos mais um dia, sendo 366 dias que representam a oportunidade de novos tempos em nosso Tempo de vida.

            Pr. Jimmy Pessoa – 1º Secretário da COMADECE, Graduado em Teologia; Acadêmico de psicologia; pós graduando em “Lato Sensu” em Filosofia.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.