Dona Helena, mãe de Zezé Di Camargo eLuciano, ficará de fora da homenagem que a escola de samba Imperatriz Leopoldinense, do Rio de Janeiro, fará para os sertanejos no Carnaval 2016. Quem deu a notícia da ausência foi Luciano, que contou ter respeitado a decisão da mãe.

“Eu não gosto de mentir, mas tento evitar polêmicas. Ela não vem porque é evangélica, é algo da religião dela e principalmente de escolha dela. Minha mãe não é pastora, mas tem o ministério dela e nós não a pressionamos pra isso. Ela que decide”, disse o cantor, sem saber afirmar se Dona Helena estará ao menos em algum camarote assistindo o desfile. “Isso ela vai decidir na hora”, disse Luciano ao portal Ego.

Foto:reprodução2616113_x720Evangélica, mãe da dupla não desfilará no carnaval do Rio em homenagem que escola prestará aos filhos

O carnavalesco da escola, Cahê Rodrigues, também comentou a ausência de Dona Helena no desfile e contou qual solução escolheu para tentar substituir a mãe dos cantores. “Eu sentei com a Dona Helena e mostrei pra ela tudo que falaríamos no desfile. Deixei tudo aberto pra ela pensar e ela optou por não desfilar. Nós respeitamos muito e o desfile em nenhuma forma ficará prejudicado por isso. A família toda deles vai nos ajudar a contar essa linda história. No caso da Dona Helena nós iremos usar alguns retratos e fotografias de momentos com ela, que virão estampando carros e alas”, revelou Cahê.

Ao contrário da mãe dos cantores, Seu Francisco, pai da dupla, é presença garantida no último carro da Imperatriz Leopoldinense. “Meu pai demorou a entender que o desfile iria acontecer no Rio de Janeiro. Quando falamos que a escola ia retratar Pirenópolis, em Goiás, ele achou que ia acontecer lá (risos). Mas ele está superanimado e vai desfilar sim. Estamos muito felizes com a presença dele. Será emocionante”, falou Luciano.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.