Foto: Irene Alves
Foto: Irene Alves

Já está disponível no site da Prefeitura de Palmas a lista com os nomes das crianças selecionadas pelo Sistema Online de Cadastro da Educação Infantil (Socei) para matrículas deste ano letivo. Os pais ou responsáveis podem conferir a unidade selecionada para seus filhos no endereço http://semed.palmas.to.gov.br/socei.

Para ter acesso à informação, é preciso informar o CPF e o número do protocolo gerado pelo sistema no ato do cadastro. Caso o interessado não tenha mais esse protocolo, deverá procurar diretamente a unidade almejada e verificar a lista no local. O início das aulas está previsto para o próximo dia 1º de fevereiro.

Segundo o Sistema de Gestão Escolar (SGE), o número de crianças atendidas na Educação Infantil vem crescendo significativamente na rede municipal de Ensino. Em 2013, foram atendidos, somente pela educação infantil do município, 8.286 alunos. Em 2014, aumentou para 9.508. Já em 2015, o número de crianças atendidas saltou para 10.894. E para este ano, o município disponibiliza atendimento para 13.150 crianças. Essa evolução das matrículas nos últimos quatro anos representa um percentual de 58,7%, sendo que este ano são 2.256 vagas a mais que em 2015.

 Já o número de novas vagas em toda a rede municipal de ensino é de 5.750 vagas, distribuídas na Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

 Matrículas

Após a divulgação da lista de alunos no Socei, os pais ou responsáveis terão cinco dias úteis para efetivar as matrículas. Os documentos necessários são os seguintes: CPF e RG dos pais; comprovante de residência recente com CEP; certidão de Nascimento ou RG da criança; cartão de vacina atualizado; três fotos 3×4; documentos comprobatórios dos dados informados no Socei (para as crianças que informaram algum critério especial, como Bolsa Família e necessidades especiais e outros).

Com informações Prefeitura de Palmas

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.