Secretário municipal da Educação, Danilo Melo – Foto: Divulgação

O Centro de Educação e Profissionalização de Jovens e Adultos Jandira Torres Paislandim Rodrigues, localizado no Aureny III, em Palmas -TO, que atendia cerca de 200 jovens e adultos nos três turnos escolares transferiu seus alunos por ordem da Secretaria Municipal da Educação de Palmas, segundo informações de professores ao JM Notícia.

No último dia 18 de janeiro o Diário Oficial  Nº 1.423  comunicou a dispensa do antigo gestor e a nomeação de um outro profissional para a função. Embora a equipe tenha se reunido na noite do dia 22/01 na própria unidade escolar, foi na manhã do dia, 23, que os profissionais do quadro pedagógico foram comunicado via whatsapp de que precisavam procurar o departamento de recursos humanos da secretaria da educação para assinarem remoção considerando que os alunos matriculados até então seriam transferidos para a Escola Municipal Maria Julia e o Ceja passaria nos próximos meses por uma reforma e reformulação.

Segundo o professor de história, Weudes Rocha, trata-se de uma contradição do governo que deveria estar a serviço do povo, mas tem colocado os interesses de alguns gestores acima dos interesses da comunidade: “trata-se de uma ação inconsequente e descomprometida com o povo, pois a comunidade escolar acabou de apontar no plano municipal de educação que precisa de 02 centros de educação de jovens e adultos e o governo fecha o único que temos?!” lamenta  Rocha.

O Ceja Jandira, como era carinhosamente chamado por alunos e profissionais da escola, atendia alunos dos Aurenys I, II, III e IV, Setor Bertavile, lago sul, união sul, Irmã Dulce e Santa Barbara na correção de distorções de idade e série, bem como oferecia oportunidade de estudo para adultos nos três turnos escolares.

VEJA TAMBÉM
Lúcio Campelo defende pagamento de professores e critica Amastha

De acordo com a mensagem encaminhada aos celulares dos professores, a escola será fechada para uma reforma e manterá o diretor nomeado com uma equipe administrativa, entretanto, não foi apresentado nenhum projeto, nem custos da citada reforma.

Indignados, alunos e professores prometem não deixar que o governo Amastha feche mais uma escola. “O que a gente vê, mais parece uma disputa às avessas; para cada escola de tempo integral que o governo anterior inaugurou o prefeito das taxas fecha uma” finaliza o professor de língua portuguesa, Elis Raik Carvalho.

Vereador critica

Morador da região sul de Palmas, o vereador Lúcio Campelo (PR), criticou o fechamento da escola e afirmou que a ideia de reforma da escola é mentira. O parlamentar ainda citou a atuação do ex-prefeito de Palmas, Raul Filho, que  segundo ele, foi referência na educação durante os oitos anos em que comandou a cidade.

A educação avançou na gestão do ex-prefeito Raul Filho, e agora estamos vendo é escolas públicas sendo fechada, isso é uma vergonha”, criticou.

Questionado pelo JM Notícia, a Prefeitura encaminhou a seguinte nota ao Portal      

A Prefeitura de Palmas, através da Secretaria Municipal de Educação (SEMED), está iniciando a revitalização do Centro Municipal de Profissionalização e Educação de Jovens e Adultos (CEJA) do Jardim Aureny III. A medida pretende ampliar a finalidade do Centro, ofertando qualificação profissional para os alunos de EJA da respectiva região. Os alunos que estavam matriculados na Unidade Escolar estão sendo transferidos para a Escola Municipal Maria Júlia, localizada no mesmo bairro. Portanto, os estudantes não serão prejudicados e terão garantido o direito a educação.

VEJA TAMBÉM
Em Araguaína, Prefeitura abre cinco mil novas vagas na Rede Pública de Ensino

Desta forma, os dois Centros de EJA atuarão nos seguintes eixos:

  1. a) Oferta de exame para certificação a cada semestre, com previsão de lançamento do edital até o mês de março do corrente ano;
  2. b) Curso de qualificação profissional com foco na Agroecologia e Sustentabilidade, firmando parcerias com entidades como: SESI, SENAR, SENAI, SENAC e Fundação Municipal de Meio Ambiente;
  3. c) Implantação do projeto ROÇA NA ESCOLA, já iniciado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural;
  4. d) Reconstrução das trilhas para aproveitamento dos recursos naturais dos dois parques à fim de receber alunos da rede pública municipal para visitação orientada pelos Professores de Ciências Naturais das Unidades Escolares.

Outra medida imediata será a implantação do CEJA – Norte, que está sendo instalado no prédio do Casa Brasil, na área ambiental das Arnos. O prédio passará por algumas adaptações estruturais e em breve estará atendendo a comunidade.

Assim sendo, pode-se comprovar o início do cumprimento da meta 8 do Plano Municipal de Educação (PME) por parte da gestão, que prevê a oferta de qualificação profissional, de exames de certificação e implantação do novo CEJA na região norte.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.