Da Redação JM Notícia

Líder da Universal leva mais um título para sua carreira ministerial. Em uma cerimônia no Templo de Salomão, nesta quinta-feira (4), o Grupo Educacional INEPE (GEI) entregou o diploma de Doutor Honoris Causa em Teologia para o bispo Edir Macedo Bezerra, fundador da Igreja Universal. O título é a maior honraria que uma instituição de ensino pode conceder a uma personalidade.

A solenidade foi conduzida pelo diretor do grupo, prof. dr. Thiago Nicolau de Araújo, e a aula magna de entrega do diploma foi realizada pelo CEO do grupo, prof. dr. Faustino Júnior. Antes da oficialização, o bispo Edir Macedo ministrou aula magna sobre teologia.

size_810_16_9_Edir_Macedo_em_1998

Segundo o site da igreja universal, a decisão do conselho superior do grupo foi uma forma de reconhecer a importância dos estudos da ciência da fé para os benefícios na construção de valores universais para a humanidade. “Identifico no bispo Edir Macedo uma das maiores expressões teológicas mundiais da História e, por esse motivo, indiquei o seu nome para que o Grupo Educacional INEPE prestasse essa sincera homenagem pelo brilhantismo com que a sua obra e missão contribuem para o aprimoramento dos estudos na teologia”, afirma Faustino Júnior, que também é reitor da FACSPAR, FACINEPE e FACINEPE-RS.

VEJA TAMBÉM
Templo de Salomão da IURD é o 'lar' do Anticristo, segundo Google Maps

O bispo Macedo tem um extenso e imponente currículo acadêmico e pessoal. É graduado em teologia, doutor em teologia, filosofia cristã, mestre em ciências teológicas, além de Honoris Causa em Divindade, e, agora, Doutor Honoris Causa em teologia. Em sua aula magna, ele destacou a importância da inteligência e dos estudos para o discernimento entre a fé cega e emocional e a fé verdadeira e genuína.

Jacob Pinheiro Goldberg, doutor em psicologia e escritor, disse: “Só daqui a 50 anos a História mostrará a importância da obra realizada por Edir Macedo e pela Igreja Universal.”

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.