mosquitoA Prefeitura de Palmas, por intermédio da Fundação Municipal de Meio Ambiente e das Secretarias Municipais de Saúde e de Infraestrutura, promove nesta quinta-feira, 18, a partir das 19 horas, na Panificadora Maná do Céu, no setor Irmã Dulce, reunião com a comunidade local para debater e definir as ações estratégicas de combate ao mosquito Aedes aegypti na região.

O objetivo é ouvir sugestões da população que possam contribuir com a eliminação dos focos do mosquito, além de enfatizar a necessidade do envolvimento de toda a comunidade nas ações a serem promovidas. O evento tem o apoio da Associação das Famílias de Palmas.

Vistorias

Durante o dia, técnicos da Fundação de Meio Ambiente realizaram visitas às chácaras à beira do córrego Machado, onde será feita a revitalização da mata ciliar com mudas do viveiro municipal. A ação será em parceria com a comunidade, ficando o monitoramento a encargo da FMA.

Também foi vistoriado um depósito de resíduos de construção civil (RCC) localizado próximo ao bairrro Aureny IV, onde foi constatado o depósito sem triagem dos resíduos e de lixo comum, ocasionando acúmulo de água e proliferação do mosquito. O proprietário da área foi notificado a apresentar a licença para depósito de RCC e a documentação da área, por haver suspeita de se tratar de área verde. Independentemente do licenciamento, a empresa que deposita material no local será autuada pela forma irregular de manejo da atividade.

VEJA TAMBÉM
Marilon Barbosa quer ação preventiva da Prefeitura para evitar casos de microcefalia em Palmas

Setor Universitário e Vila Piauí

Na sexta-feira, 19, a mesma ação será realizada no setor Universitário e na Vila Piauí, sendo a reunião realizada na Igreja Evangélica local, também a partir das 19 horas. Nestes setores, serão priorizadas as fiscalizações em depósitos de ferro velho e fábricas de móveis e gesso, potenciais geradores de focos de acúmulo de água parada. Também já foi registrada nestes locais a ocorrência de grande quantidade de fossas abertas, cujos proprietários das residências serão notificados a solucionar o problema.

No setor Universitário, a população será orientada a promover a revitalização da cobertura vegetal das encostas de morro com mudas do viveiro municipal. Na Vila Piauí, a ação de recuperação vegetal também será às margens do córrego Machado.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.