joao-gomes
Pastor João Gomes da Silva

Um interessante instrumento de orientação espiritual tanto da vida biológica quanto da vida após a morte (que muitos acreditam existir), assim é visto o livro “O oásis e as serpentes” (90 Páginas, Editora Veloso), de autoria do festejado escritor, teólogo e conferencista João Gomes da Silva. Devido ao grande sucesso editorial, a editora providenciou a terceira  edição da obra.

O livro aborda com detalhes alguns assuntos relacionados com o nosso dia-a-dia, seus riscos, suas armadilhas, indo do lado social ao lado espiritual, sem, no entanto, citar grupos ou denominações religiosas.

Longe de querer ser o dono da verdade, João Gomes da Silva faz sérios questionamentos sobre a postura de certas lideranças religiosas que, sem cerimônia ou qualquer sentimento de culpa, desvirtuam o que se encontra registrado na Bíblia Sagrada com propósitos duvidosos, num flagrante desrespeito à Palavra de Deus e ao próprio ser humano que acaba sendo enganado em sua fé.

ELOGIO DA CRÍTICA
Um dos grandes expoentes da literatura gaúcha  contemporânea, o escritor e crítico literário Nelson Hoffmann,  afirma que nesse obra, João Gomes da Silva desmascara engôdos e falsidades, indo ao cerne da questão: o conhecimento de Deus é a prática da Religião.

Hoffmann entende que a vida tem curso humano e transitório, em preparo ao divino e eterno. Inúmeras armadilhas nos cercam e só uma cartilha clara e definida pode nos orientar nesse emaranhado de tentações, desorientações e desvios: a Bíblia.

“A Bíblia é, em verdade, o único guia para Deus. Ali está o Princípio e o Fim, ali está o Caminho, a Verdade e a Vida. Em palavras simples e tocantes, que chegam ao coração de todo leitor, João Gomes da Silva nos fala de religião e mostra caminhos, sem afetação, com honestidade e nunca sequer parecendo anacrônico. Ao contrário até, o autor é atualíssimo: ao mundo de hoje falta o cultivo do espírito”, enfatizou Nelson Hoffmann

PERFIL DO AUTOR
João Gomes da Silva é natural de Pedreiras (MA), onde nasceu em 12/07/1959, filho de Amadeu Felismino Rodrigues e Maria Gomes Rodrigues.  Reside na cidade de Gurupi há mais de 20 anos, sendo teólogo, atuante e Pastor Presidente da Igreja Evangélica Betesda.

No campo literário é autor dos livros “Passa de mim este cálice”, (1999) e que teve 2ª edição em 2003; “As duas faces da religião” (2003); “O oásis e as serpentes”, cuja primeira edição foi em 2007 e “O Clonador” (2006). Todos seus livros são de cunho teológico. Em 2006 teve o seu texto “Com medo de Deus” inserido na ‘Antologia Literária Nacional Novos Talentos da Crônica Brasileira”, editada pela CBJE, do Rio de Janeiro. Também participou do “Anuário de Poetas e Escritores de Gurupi – 2012”.

João Gomes é membro titular da  Academia Gurupiense de Letras (AGL), da qual ocupa a Cadeira 21.

Com informações Zacarias Martins

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.