samuel-camara-jm
Pastor Samuel Câmara lança no ES pré-canditaura oficial à CGADB

Da Redação JM Notícia – Ricardo Costa

Acontece nos dias 08 e 09 de abril, em Cariacica, no Estado do Espirito Santo, o lançamento da pré-candidatura do pastor Samuel Câmara à presidência da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB). A informação foi confirmada ao JM Notícia, na manhã desta terça-feira (08), pelo presidente da Convenção das Assembleias de Deus no Estado do Espirito Santo (CONFRATERES), pastor Ivan Bastos, tesoureiro da CGADB.

Questionado pelo JM Notícia, se será candidato à presidência da CGADB, pastor Samuel Câmara resumiu a sua resposta em Tiago 4:15 “Em lugar do que devíeis dizer: Se o Senhor quiser, e se vivermos, faremos isto ou aquilo”.

O lançamento da pré-candidatura acontecerá durante a 73ª  Assembleia Geral Ordinária da Confrateres, que deve reunir milhares de convencionais do Estado do Espirito Santos e  estados vizinhos.

Campanha

Pr. Welligton Júnior, pré-candidato à CGADB
Pr. Welligton Júnior, pré-candidato à CGADB

Quem tem viajado o país em pré-campanha, é o presidente da Casa Publicadoras das Assembleias de Deus (CPADB), pastor José Wellington Júnior. Ele tem participado de diversas AGOs  em vários estados e costurado apoio à sua candidatura. Recentemente em entrevista ao JM Notícia, o líder da Convenção do Sul do Maranhão (Comadesma), pastor José Alves Cavalcante afirmou que seu voto será do pastor José Wellington Júnior.

VEJA TAMBÉM
Pastor Antonio Xavier integra Comissão de Reforma do Credo da AD no Brasil

Tocantins

No Tocantins, Wellington Júnior sai na frente. Atualmente conta com o apoio da Ciadseta-TO, Coimadetins, ainda em processo de recebimento junto a CGADB, AD Missão ligada a Comadegb, do pastor Orcival Xavier.

Nova regra

Diferente das demais eleições, a votação em 2017 acontecerá em cada estado, por votação online, todos os que forem credenciados e estiverem em dia com sua anuidade junto à CGADB poderão votar pela internet. A entidade contratará, vias regrais legais e de fiscalização, uma empresa para gerenciar o processo eleitoral.

O acesso será pelo site e as instruções deverão ser pela CGADB.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.