Antes de serem efetivados na função de soldado, aprovados do concurso da PMPE farão curso de formação e habilitação de praças. Foto: Julio Jacobina/DP
Antes de serem efetivados na função de soldado, aprovados do concurso da PMPE farão curso de formação e habilitação de praças. Foto: Julio Jacobina/DP

O Governo de Pernambuco publicou, na edição da última quinta-feira (10) do Diário Oficial, concurso público para os quadros da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE).

As inscrições, já podem ser feitas abertas pelo site www.upenet.com.br até o dia 10 de abril. A taxa de inscrição custa R$ 100, podendo ser pagas através de Casas Lotéricas e bancos. A banca organizadora do concurso também está definida e é o Instituto de Apoio à Fundação Universidade de Pernambuco (IAUPE), que foi contratada por dispensa de licitação.

Segundo o edital da seleção, o salário do cargo de soldado da PM será de R$ 2.319,88 mais os benefícios previstos em lei do regime estatutário. Os aprovados, no entanto, serão submetidos, antes de assumir a função ao curso de formação e habilitação de praças, cuja bolsa-auxílio será de R$ 970,42. Aos servidores públicos que por acaso sejam aprovados na seleção, será dada a escolha de receber os rendimentos da atuação ou o valor integral da bolsa-auxílio. Pelo edital, não haverá reserva de vagas para pessoas portadoras de deficiência, “tendo em vista a natureza do cargo, habilitação técnica e os critérios previstos neste edital”.

Para concorrer ao concurso, os interessados precisam atender os seguintes requisitos: ter entre 18 e 28 anos, a partir de 1,65 metro (homem) e 1,60 metro (mulher), Ensino Médio completo e Carteira Nacional de Habilitação (CNH). De acordo com o edital, as provas do concurso serão aplicadas no Recife e Região Metropolitana, bem como nas cidades de Caruaru, Garanhuns, Nazaré da Mata, Petrolina e Serra Talhada.

VEJA TAMBÉM
20 concursos estão previstos para 2017, entre eles, Senado e TSE

Ao todo, o certame será dividido em cinco fases: exames de habilidades e conhecimentos gerais (prova objetiva, aptidão física, avaliação psicológica, exames médicos e investigação da vida social do candidato aprovado.

O curso de formação e habilitação de praças será realizado durante seis meses no Campus de Ensino Metropolitanto I (Cemet I), no Curado. O certame terá validade de dois anos, a contar da data da primeira homologação do seu resultado final, a ser publicado no Diário Oficial do Estado, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Secretaria de Defesa Social (SDS).

Polícia Civil
Além do concurso para a PMPE, o governo estadual também está finalizando os últimos detalhes para o lançamento do certame da Polícia Civil, onde serão selecionados 100 delegados, 500 agentes policiais e 50 escrivães. Para a Polícia Científica, serão 316 cargos distribuídos diversas funções. Não há, até o momento, por parte do governo, definição sobre a data de publicação do edital no Diário Oficial, mas o documento deve ser lançado nos próximos dias. No mês passado, no dia 12, o governo já havia anunciado a apresentação dos editais das duas seleções. Aos interessados em disputar uma vaga no concurso da Polícia Civil, resta aguardar a publicação com as regras. http://www.diariodepernambuco.com.br/

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.