Por Sérgio Nolêto

hip hop

Considerando a resposta do público, quando o rapper Pregador Luo subiu ao palco e fez seu show, um dos mais comentados no evento Palmas Capital da Fé, a expectativa para 8ª edição do Hip Hop Festival Gospel é de que seja marcante para Palmas, prometendo movimentar a cidade no próximo sábado, 26. O evento acontecerá no Ginásio Ayrton Senna, em Taquaralto, e terá início às 17h, com convidados de várias cidades tocantinenses. A entrada será um quilo de alimento não perecível.

O Hip Hop Festival Gospel já está sendo considerado um dos maiores eventos cristãos de rap do norte do país, e como não existe festival de rap sem grafite, o convidado será uma referência nacional,, de Brasília. Na pista, o som ficará sob o comando de quem conhece muito, o DJ Sancro que já garantiu o estilo Break no seu repertório. A presença da mulher no palco esta garantida com a rapper PA, de Goiânia, e o publico irá conferir outros convidados como D’SARME e um dos principais rappers cristão do Brasil, Thiagão, ambos do Paraná.

VEJA TAMBÉM
Cláudia Lelis inaugura comitê da região Norte nesta sexta-feira, 24

O desafio de realizar um evento com tantas atrações de rap foi assumido pela Nação Rap e Selo de Deus, dois grupos que trabalham com rap no Tocantins e abraçam a todos que se identificam com o som.

Segundo Bruno Mendes, um dos idealizadores, a ideia inicial do Hip Hop Festival Gospel sofreu várias alterações até ser concluída, “tivemos que fazer várias mudanças no evento porque as pessoas convidadas avisaram outras que procuraram a organização para participar e é muito bom ver essa resposta ao nosso trabalho, este é o nosso combustível, na rádio os ouvintes se animam quando a gente anuncia mais uma atração do festival” diz sobre o programa Nação Rap que faz nos fins de semana na Rádio Jovem FM.

Já para Ricardo Aguiar, que atua no Selo de Deus, o festival tem como objetivo, além de ser uma grande festa, trazer a paz para a juventude através da palavra de Deus. E fala com satisfação da resposta que eventos assim trazem. “Quando um jovem diz pra gente que o primeiro passo que ele deu pra sair das drogas foi, por exemplo, a música Deus é mais do Thiagão, a gente tem a sensação que nossa semente realmente dá frutos” conclui o organizador.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.