dívidas

A ideia de que igrejas formam comunidades pressupõe solidariedade entre seus entes nos momentos de dificuldade, além do consenso comum de impactar a sociedade ao redor. Dentro desse contexto, uma igreja resolveu agir e investir aproximadamente R$ 148 mil para quitar dívidas de 48 famílias.

A igreja Worship Center Christian Church, localizada em Birmingham, Alabama (EUA) vai usar o valor (US$ 41 mil) para ajudar as famílias endividadas, sendo membros ou não da comunidade, e permitir que, sem dívidas, possam ter um recomeço.

A ideia de doar à comunidade partiu do pastor responsável, Vanable H. Moody, que disse aoChristian Post que a denominação pretende, assim, ser as “mãos e os pés de Jesus” para quem enfrenta uma adversidade.

“Nós nos sentimos chamados a erradicar essas dívidas, porque queremos dar às pessoas um recomeço e ajudá-las a sair desse buraco”, disse o pastor, ressaltando a vocação social da igreja, que tem projetos de atendimento a moradores de rua, visitas às prisões da região e distribuição de alimentos.

VEJA TAMBÉM
A Igreja que serve a Deus e a “Igreja” que agrada aos homens, por pastor Jimmy Pessoa

“Só tínhamos um desejo: demonstrar o amor de Cristo de maneiras tangíveis. Nós sempre procuramos oportunidades [para fazer isso]”, acrescentou o pastor, que explicou que a origem da ideia de quitar as dívidas dos membros e de famílias carentes que não congregam lá foi uma série de sermões sobre gestão financeira.

“Tivemos uma série que ensinou sobre [finanças] e uma das mensagens abordou a importância de viver livre de taxas de dívidas. Nessa mensagem, comecei lidar com a dor que a dívida realmente causa nas pessoas […] e dificulta a sua qualidade de vida de diversas formas”, afirmou.

Moody observou que estudos constataram que muitas pessoas com metas de administrar melhor o salário, incluindo poupar parte dos ganhos, gastam de maneira mais equilibrada e possuem maior capacidade de crescimento. “Eu também comecei a explicar às pessoas quantas vezes a dívida se torna uma armadilha, especialmente quando você entrar credores predatórios”, acrescentou.

Os beneficiários da iniciativa receberão, também, um aconselhamento financeiro, para evitar que voltem a se endividar.

VEJA TAMBÉM
200 milhões de cristãos são perseguidos no mundo: diz Relatório AIS

Com informações Gospel Mais

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.