brasilcabodaciolofacebookCabo Daciolo fez oração de libertação na Câmara Federal. Foto:Reprodução

Dia 23 de março o deputado cabo Daciolo (PTdoB/RJ), conhecido por seus testemunhos de fé na plenária da Câmara, fez uma convocação. Ele pediu que nesta quarta (30), os evangélicos brasileiros estivessem em oração e jejum pelo país.

Ele faz campanha para que fosse levantado “Um clamor pelo Brasil” lembrando que somente Deus pode mudar os rumos da nação. Instou que a Igreja se unisse nesse propósito. Ele já vinha fazendo isso desde o final do ano passado, quando afirmou que Deus faria uma “limpa” no país se os crentes clamassem.

Seus discursos quase sempre são recheados de citações bíblicas e de palavras proféticas. Nesta terça (29), ele voltou a mencionar diante dos deputados sobre o que considera seu papel: “abrir a boca e falar de Deus aqui dentro”.

Dirigindo-se a todos os “soldados de Cristo sobre a terra”, citou textos bíblicos e disparou: “o que está acontecendo hoje com o Brasil é uma guerra espiritual”.

VEJA TAMBÉM
Cabo Daciolo evangeliza Dilma: "Eu falei de Deus para ela, para que ela entregasse a vida a Ele"

Lendo trechos dos evangelhos de Lucas e Mateus, falou sobre libertação na perspectiva bíblica. “O reino de Deus está próximo!”, bradou. Em seguida, clamou para que “todos os demônios que cercam essa nação saiam dessa nação em nome do Senhor Jesus”.

Também pediu o “fora” de uma série de políticos cujos nomes estão envolvidos em escândalos de corrupção no país, não só os de Dilma e Lula. “Fora rede Globo e todos os demônios que a cercam”, decretou. Para o parlamentar, “essa nação vai ser espelho do mundo para honra e glória do Senhor Jesus Cristo”.

Sempre polêmico

Daciolo é ex-bombeiro militar do Rio de Janeiro e ficou conhecido por ter sido expulso do seu antigo partido (PSOL) após ter protocolado uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que altera o parágrafo único do artigo 1º da Constituição Federal.

O texto original diz que “todo poder emana do povo”. A mudança apresentada pelo parlamentar, que contraria o partido, seria para “declarar que todo o poder emana de Deus”.

VEJA TAMBÉM
Comissão Especial da Câmara aprova PEC que limita gastos públicos por 20 anos

Assista:

Com informações Gospel Prime

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.