GILMAR-MANDES
Ministro Gilmar Mendes é eleito presidente do TSE(Nelson Jr./SCOI/TSE/Divulgação)

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou nesta quinta-feira a escolha do ministro Gilmar Mendes como novo presidente da corte. No dia 3 de fevereiro, o Supremo Tribunal Federal (STF) já havia referendado a ascensão de Mendes, que é o atual vice-presidente, ao cargo. A votação é simbólica e serve apenas para confirmar o vice ao posto máximo do tribunal. A cerimônia de posse ocorrerá no dia 12 de maio.

Mendes substituirá o atual presidente, o ministro Dias Toffoli, tendo como vice o ministro Luiz Fux – ambos também do STF.

Um conhecido desafeto dos petistas, o ministro deve comandar a corte na reta final da ação que pode resultar na cassação da chapa da presidente Dilma Rousseff por crimes eleitorais. O ministro já expressou que quer deixar como marca no comando da corte um maior rigor na análise de contas de campanhas eleitorais. Mendes também estará à frente do TSE no primeiro ano em que as novas regras eleitorais serão aplicadas nos pleitos municipais deste ano.

VEJA TAMBÉM
Ministro do STF rejeita desistência e nega pedido de liminar contra impeachment

O TSE é composto por, no mínimo, sete magistrados: três do STF, dois do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e outros dois da classe de advogados indicados pelo Supremo. Com informações Veja

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.