GILMAR-MANDES
Ministro Gilmar Mendes é eleito presidente do TSE(Nelson Jr./SCOI/TSE/Divulgação)

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou nesta quinta-feira a escolha do ministro Gilmar Mendes como novo presidente da corte. No dia 3 de fevereiro, o Supremo Tribunal Federal (STF) já havia referendado a ascensão de Mendes, que é o atual vice-presidente, ao cargo. A votação é simbólica e serve apenas para confirmar o vice ao posto máximo do tribunal. A cerimônia de posse ocorrerá no dia 12 de maio.

Mendes substituirá o atual presidente, o ministro Dias Toffoli, tendo como vice o ministro Luiz Fux – ambos também do STF.

Um conhecido desafeto dos petistas, o ministro deve comandar a corte na reta final da ação que pode resultar na cassação da chapa da presidente Dilma Rousseff por crimes eleitorais. O ministro já expressou que quer deixar como marca no comando da corte um maior rigor na análise de contas de campanhas eleitorais. Mendes também estará à frente do TSE no primeiro ano em que as novas regras eleitorais serão aplicadas nos pleitos municipais deste ano.

VEJA TAMBÉM
TSE quer controlar influência das igrejas nas eleições, Mendes diz que há uso da religião

O TSE é composto por, no mínimo, sete magistrados: três do STF, dois do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e outros dois da classe de advogados indicados pelo Supremo. Com informações Veja

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.