web-563x353

Líder já havia feito em março defesa no mês de março do  governo petista e dos seus líderes. Foto:Reprodução

A ideologia política esquerdista de Ariovaldo Ramos novamente está criando polêmica nas redes sociais. Após fazer defesa no mês de março do  governo petista e dos seus líderes, a presidente Dilma Rouseff e o ex-presidente Luiz Inácio da Silva durante o período onde se revela o maior escândalo de corrupção já visto no Brasil, Ariovaldo fez mais um posicionamento em seu twitter: “Pai nosso, por piedade, não atenda às orações que lhe pedem para entregar o Brasil a Satanás! Amém!”

O pastor carioca Renato Vargens usou também suas redes sociais, para repudiar a atitude de Ariovaldo, que também é bastante conhecido pela teologia da missão integral que visa unificar ideologias marxistas no contexto cristão:

“Ariovaldo Ramos: Quando a ideologia politica sobrepuja o bom senso.

Conheço Ariovaldo Ramos há muitos anos. Apesar de discordar dele em alguns pressupostos teológicos, como também sua percepção de missão integral e claro, política, sempre o respeitei, por achar ser ele um homem temente a Deus. Agora, confesso que a insistência dele em defender o PT juntamente com essa quadrilha que roubou o Brasil, me assusta. Lamentavelmente Ariovaldo tem colocado suas ideologias politicas acima de tudo. Ao ler sua oração publicada no twitter fui tomado de espanto por perceber que ele se encontra absolutamente cego em seus conceitos e ideais. Sinceramente ao publicizar sua oração Ariovaldo foi longe demais demonstrando assim que seu compromisso com o esquerdismo é bem maior que o seu compromisso com a verdade.

Esse país precisa ser passado a limpo!

Espero do fundo do coração que Ariovaldo caia em si.

Renato Vargens”.

Os debates pertinentes ao impeachment da presidente Dilma continuam a todo vapor junto à comissão que busca validá-lo em Brasília.

VEJA TAMBÉM
Pastor tenta imitar Jesus andando sobre água e acaba devorado por crocodilos

Com informações Consciência Cristã

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.