SONY DSC
Cleiton Pinheiro lembrou também da importância da participação das entidades na discussão do IGEPREV. Foto:Divulgação

Presidentes de entidades sindicais e de associações de militares estiveram reunidos na manhã desta terça-feira, 12, com o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa, deputado Nilton Franco.

Na reunião as entidades manifestaram preocupação com projetos encaminhados pelo Governo do Estado e fazem alterações na Lei do Instituto de Gestão Previdenciária do Tocantins (IGEPREV). As entidades exigem que, qualquer alteração no IGEPREV seja previamente discutida com as entidades classistas. Nilton Franco assumiu o compromisso de não analisar os projetos de Lei 08 e 09 sem que as entidades sejam ouvidas a respeito das mudanças.

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos no Estado do Tocantins (SISEPE-TO), Cleiton Pinheiro, informou ao deputado a respeito da conversa que as entidades tiveram com a líder do Governo, na Assembleia, deputada Valderez Castelo Branco.

Nesta reunião Valderez disse que o presidente do Instituto está à disposição das entidades para discutir qualquer assunto que envolva o IGEPREV. “A deputada Valderez vai agendar uma reunião das entidades com o presidente do IGEPREV para possamos apresentar nossas preocupações e a proposta para o Instituto de Gestão Previdenciária”, informou o presidente do SISEPE-TO.

VEJA TAMBÉM
Deputados começam a discutir futuro do Estado com sociedade

Cleiton Pinheiro lembrou também da importância da participação das entidades na discussão do IGEPREV.  “Somos os principais interessados que o IGEPREV seja bem gerido uma vez que é   a nossa aposentadoria que está em jogo. Não vamos admitir que haja qualquer alteração no Instituto sem que ela seja amplamente discutida com as entidades classistas”, destacou o presidente do SISEPE-TO. (Assessoria de Comunicação Social – Antonio da Luz)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.