Vicentinho-JuniorSegundo o Estadão, os recursos liberados são do Ministério da Integração Social para pagar R$ 50,5 milhões em emenda parlamentares de deputados do Partido da República.

O jornal cita ainda que dos 40 parlamentares da legenda, apena 26 votaram a favor da saída da presidente Dilma, 10 votaram contra, três se abstiveram e uma faltou.

“O único senador do PR que se declara contra o impeachment da presidente até o momento, Vicentinho Alves (TO), também tem emendas contempladas com R$ 5,3 milhões, o que eleva o montante para R$ R$ 55,8 milhões”, postou o jornal.

a assessoria do deputado Federal informou (via release) que “Vicentinho Júnior (PR/TO) CONSEGUIU a liberação de R$ 7.340.000,00 em recursos oriundos dos Ministérios da Integração Nacional, através da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (SUDAM), da Justiça e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para 9 municípios tocantinenses”, sendo que para o município de Porto Nacional, reduto do deputado, foi direcionado R$ 2,5 milhões para aplicação em pavimentação asfáltica, implantação de pontes e bueiros.

VEJA TAMBÉM
Senador Donizeti Nogueira classifica como “conspiração de um traidor” o processo político em curso no Brasil

“Esses recursos vem ao encontro do nosso desejo aqui em Brasília: Política de resultado! Ficamos felizes em poder cada vez mais levar desenvolvimento e conforto para os municípios tocantinenses. ”, comemorou Vicentinho Júnior . Com informações Atitude TO

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.