Para Cláudia, prefeitura tem que se espelhar nas igrejas na elaboração de projetos de combate às drogas
Para Cláudia, prefeitura tem que se espelhar nas igrejas na elaboração de projetos de combate às drogas

A pré-candidata à Prefeitura de Palmas pelo PV, vice-governadora Cláudia Lelis, participou na noite desta sexta-feira, 6, da cruzada evangélica do Projeto Renascer, uma ação social e religiosa, que atua diretamente contra o avanço das drogas e alcoolismo no Estado. O evento aconteceu no Estacionamento do Ginásio Ayrton Senna, na região Sul de Palmas, reunindo vários cantores evangélicos e pregadores.

Cláudia Lelis destacou o importante papel social desenvolvido pelas igrejas. “É imensurável o bem que a comunidade evangélica faz para a nossa gente. Se tivéssemos na nossa cidade, através da gestão pública, os projetos sociais que hoje as igrejas evangélicas estão à frente, certamente a nossa situação seria outra, não teríamos tantos jovens envolvidos com as drogas e a criminalidade certamente seria bem menor, portanto, a gente só tem a agradecer imensamente essa obra humana belíssima que a comunidade evangélica desenvolve”, disse.

samuel-mariano
Cantor Samuel Mariano

Durante o evento, Cláudia Lelis participou de ato profético conduzido pelo cantor e idealizador do Projeto Renascer, Rubens Uchôa. Junto com o pastor Samuel Mariano, também cantor e principal convidado da programação, orou por Palmas, pelo Tocantins e o Brasil.

VEJA TAMBÉM
"Estamos vivendo tempos difíceis,” afirma pastor André Martins

No evento, Cláudia Lelis estava acompanhada pelo presidente do PV no Estado, Marcelo Lelis, pelo pré-candidato pela sigla à Prefeitura de Araguaína, Igor Cortez, e o presidente do PSDC, partido da base aliada da pré-candidata, Max Fleury.

Também participaram do evento os vereadores João Campos (PSC), pré-candidato a vereador de Palmas, vereador Joel Borges, deputado estadual Wanderlei Barbosa, Léo Barbosa, Ygor Cortez de Araguaína entre outros.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.