Da Redação JM Notícia

Nas redes sociais, Raul Filho diz que perseguições não vão desestabilizar o grupo
Nas redes sociais, Raul Filho diz que perseguições não vão desestabilizar o grupo

Após ter os direitos políticos suspensos, em decisão publicada nesta semana pela 29ª Zona Eleitoral de Palmas,  o ex-prefeito de Palmas, Raul Filho, se pronunciou nesta sexta-feira(06), através das redes sociais e afirmou  que está cada vez mais forte e que as perseguições e atitudes levianas não vão desestabilizar o seu grupo político.

O pronunciamento se deu após reunião do partido, segundo informado na Rede Social Facebook, na residência da senhora Raimundinha, no Jardim Aureny III, em Palmas –TO.

Direitos políticos suspensos

O ex-prefeito Raul Filho responde pela construção em uma Área de Preservação Permanente (APP), às margens do lago da UHE Eduardo Magalhães, em Miracema do Tocantins, sem licença do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama)  (artigo 63 da Lei nº 9.605/98). A obra foi realizada em 2008, quando ele ainda era prefeito de Palmas.

Segundo laudo do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) a construção suprimiu vegetação nativa, compactou e impermeabilizou o solo, contribuindo para a erosão da área e assoreamento do lago, além de influenciar negativamente a fauna e a flora nativas.

VEJA TAMBÉM
No Aureny I, Raul Filho defende políticas públicas para os palmenses

Ao JM Notícia, a assessoria do ex-prefeito afirmou que Raul Filho já recorreu da decisão em Brasília – DF.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.