Etiqueta-no-ENEM-2

Começam nesta segunda-feira, às 10h, as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O prazo se estende até às 23h59 do dia 20 de maio. Os interessados devem acessar o site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e informar seus dados. Eles Devem ter em mãos seus números de identidade e de CPF.

ambém no ato de inscrição, os candidatos deverão fornecer um endereço de e-mail e um número de celular, além de informar o município onde desejam fazer sua prova e a língua estrangeira da avaliação de Linguagens (as opções são inglês e espanhol). Os menores de idade que ainda não têm os documentos exigidos devem providenciá-los.

As provas deste ano serão aplicadas nos dias 5 e 6 de novembro. Os portões dos locais de provas serão abertos às 12h e fechados às 13h. O exame terá início às 13h.

No primeiro dia, os candidatos terão quatro horas e 30 minutos para responder 90 questões de múltipla escolha de Ciências Humanas e Ciências da Natureza. No domingo, serão cinco horas e 30 minutos para 90 enunciados de Linguagens e Matemática, além da redação.

VEJA TAMBÉM
Redações contrárias ao que defende os direitos humanos receberão nota zero no Enem

A taxa de inscrição aumentou R$ 5 e este ano vai custar R$ 68, podendo ser paga em qualquer agência de banco, casa lotérica ou agência do Correios. O pagamento deve ser feito após o ato da inscrição.

Os estudantes da rede pública que estão concluindo o ensino médio em 2016 estão isentos de pagar a taxa, assim como todos os candidatos de baixa renda. Estes porém, terão que declarar carência. No entanto, as pessoas que tiveram isenção para se inscrever no exame de 2015 e faltaram a prova sem justificar sua ausência perderam o direito a nova isenção.

Quem precisar de atendimento especializado deve informar no ato da inscrição que recurso deseja para fazer a prova. Pessoas com problemas de visão ou qualquer outra deficiência física ou intelectual têm direito a pedir auxílio, assim como gestantes, lactantes, idosos, estudantes hospitalizados e sabatistas. De 1 a 8 de junho, essa pessoa deve enviar documentação que comprova sua condição.

Travestis e transexuais, mais uma vez, podem escolher usar o seu nome social. Basta informar essa vontade durante a inscrição. Esses candidatos terão o direito de ser ser tratados pelo nome social durante a aplicação do exame.

VEJA TAMBÉM
Sisu 2016: MEC divulga resultado

OGlobo

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.