Da Redação JM Notícia

Missionários do Tocantins que serão enviados ao Maranhão
Missionários do Tocantins que serão enviados ao Maranhão – Foto: Ricardo Costa

Aconteceu neste domingo (08), na igreja Matriz em Palmas -TO, na 604 Sul, a reunião geral de obreiros da Assembleia de Deus Nação Madureira, liderada pelo pastor Amarildo Martins, presidente da Convenção Estadual dos Ministros Evangélicos das Assembleias de Deus Ministério de Madureira dos Estados do Tocantins e Maranhão.

12
Pastor Amarildo Martins apresenta os missionários que serão encaminhados ao Maranhão -Foto: Ricardo Costa

Um dos assuntos mais comentados durante a reunião foi o trabalho missionário que será aberto no próximo mês no Estado do Maranhão. “Deus tem feito uma grande obra naquele lugar”, afirmou pastor Amarildo Martins.

Durante a reunião de obreiros, o líder assembleiano apresentou os dois missionários que serão encaminhados ao Maranhão e afirmou que Deus cuidará deles naquele lugar: “O Senhor não deixará faltar nada, o Senhor cuidará de vós e haverá muita abundância”, acrescentou pastor Amarildo.

CRIANÇAS
Crianças da AD Madureira Arse 12 em Palmas doaram R$ 1 mil reais para o trabalho missionário no Maranhão – Foto: Ricardo Costa

Frentes Missionárias

Após ser empossado presidente estadual das Assembleias de Deus Madureira no Estado do Maranhão, pela Convenção Nacional de Madureira, pastor Amarildo Martins convocou a igreja no Tocantins para orar pelo Maranhão para que a obra de Deus continue a crescer naquele Estado e que as novas frentes missionárias que forem abertas prosperem e alcancem milhares de vidas para Cristo.

No primeiro momento, pastor Amarildo Martins anunciou a abertura de 12 Frentes Missionárias, sendo que Palmas abrirá duas frentes destas, sendo elas nas cidades de Esperantinópolis e a outra em Bequimão.

VEJA TAMBÉM
Pastor Amarildo anuncia pré-candidatura do Vereador Pastor João Campos à prefeitura de Palmas

Esperantinópolis

DSC_1108
Pastor Antônio dos Santos Dias – Esperantinópolis -MA

O obreiro designado para Esperantinópolis foi o pastor Antônio dos Santos Dias, nascido na cidade de Miguel Alves, Estado do Piauí, casado com a Diaconisa Edilene Dias de Abreu e pai de Arthur Dias.

Atualmente, o pastor Antônio Dias é o dirigente da congregação Água Fria em Palmas e exerce a função pastoral há 12 anos, sendo que a atual igreja é a sétima que pastoreia.

Ao JM Notícia, Antônio Dias afirmou ter boas expectativas para o trabalho naquela cidade: “ Estamos tendo um sentimento de um grande trabalho, porque estamos indo debaixo da bênção de nosso pastor presidente Amarildo Martins e estou fazendo cumprir em minha vida duas referências bíblicas: Atos 20:24 que diz: “Não tenho minha vida por preciosa, desde que eu cumpra o meu chamado” e Atos 26:19: “Eu não fui negligente a visão celestial”.

Bequimão

DSC_1106
Pastor Nilson Ferreira Melo e esposa – Bequimão – MA – Foto: Ricardo Costa

Já para a cidade de Bequimão será enviado o pastor Nilson Ferreira Melo, casado com a missionária Zilda. Atualmente pastoreia a igreja de Luzimangues – Distrito de Porto Nacional –TO.

Pastor Nilson Ferreira afirmou que é uma honra cumprir o IDE de Jesus: “É uma honra porque nós temos promessas de Deus e as promessas chegam numa hora em que você tem que decidir: ou as promessas ou sua vida. Você lembra de Eliseu? Todos nós que somos enviados, temos que saber que nós vamos ter que rejeitar as vezes o conforto de casa. O chamado é maior de que a nossa vida, não tenho medo. O Senhor vai cumprir.

VEJA TAMBÉM
Pastor Amarildo Martins anuncia abertura de 12 Frentes Missionárias da AD Madureira no Maranhão
DSC_1096
Pastor Amarildo Martins fala ao JM Notícia sobre Missões no Maranhão – Foto: Ricardo Costa

O presidente da Convenção de Madureira falou ao JM Notícia. Confira

“Ricardo, é fazer com que o evangelho alcance todos os quadrantes deste país. No dia 04 de novembro de 1986, eu estava em São Paulo quando Deus nos dava uma visão, que do centro do Brasil sairia uma chama muito forte e que esta chama iria incendiar o Brasil. E hoje eu estou vendo estas coisas, depois que a igreja passou pelo momento de criação, de expansão, e hoje vivemos um momento de consolidação, nós estamos vendo a igreja avançando e o nosso sentimento é que esses primeiros dois missionários que Palmas está mandando, mas que na verdade, são doze missionários que a convenção está mandando, que vire treze, catorze, quinze, vinte até alcançarmos todos os municípios do Maranhão.

Confira o áudio completo:

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.