O pastor John MacArthur, escritor de mais de 150 livros cristãos, tem sido foco de uma polêmica na Internet. Em um vídeo feito por MacArthur para a conferência “Por su Causa 2016”, que será realizada na República Dominicana, o pastor fez uma declaração que foi considerada racista em relação ao povo latino, e o vídeo está sendo repercutido acompanhado de críticas negativas a MacArthur.

O pastor John MacArthur dirige a Igreja Grace Community, na Califórnia, desde 1969, e foi reconhecido pela revista Christianity Today como um dos pregadores mais influentes de seu tempo. Na última semana, MacArthur divulgou um vídeo onde ele fala que não poderá comparecer pessoalmente à conferência “Por su Causa 2016”, que acontecerá nos dias 26 a 28 de maio, mas que será capaz de entregar uma mensagem a eles por meio de transmissão online.

No vídeo, o pastor fala sobre sua experiência passada com a conferência, afirmando que foi uma das conferências mais abençoadas de que ele já participou, e que certamente impactou todo o mundo hispânico, segundo ele. No final do vídeo, no entanto, MacArthur fez uma declaração que foi vista com maus olhos pelo povo latino.

“Todos nós entendemos que as pessoas do mundo latino conhecem acerca de Jesus Cristo, conhecem acerca de Deus, conhecem acerca da salvação, ao menos de alguma forma. Eles possuem terminologia bíblica, devido ao impacto histórica da Igreja Católica Romana. Mas não conhecem a Cristo, e não conhecem ao Evangelho da Graça, nem tampouco conhecer a completa revelação das Escrituras”, declarou o pastor.

Várias pessoas latino-americanas criticaram a afirmação do pastor, considerando-a “soberba” e “racista”. A situação repercutiu nas redes sociais, principalmente no Twitter, onde usuários afirmaram que há milhões de evangélicos na América Latina, os quais conhecem a Deus e Sua salvação.

Com informações Consciência Crista

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.