Raul Filho, ex-prefeito de Palmas -TO - Foto: Divulgação
Raul Filho, ex-prefeito de Palmas -TO – Foto: Divulgação

O presidente do Partido da República de Palmas (PR Metropolitano), Raul Filho, rebateu, nesta terça-feira as informações divulgadas pela imprensa local sobre resposta negativa a um pedido de habeas corpus e agravo de instrumento pela Justiça Federal do Tocantins, devido a acusação de suposto crime ambiental.

As informações apresentadas pela matéria referem-se a recursos impetrados ainda no mês de abril, na Justiça Federal de Palmas em Palmas. O presidente Metropolitano do PR explicou que está aguardando agora recursos ingressados na última semana no Tribunal Regional Federal (TRF), em Brasília, e que ainda não foram apreciados por aquele Tribunal.

“Estas notícias são atrasadas. O que nos surpreendeu foi que elas tenham sido reprisadas. Com qual intuito?”, questionou Raul Filho e ainda acrescentou. “Estamos um passo à frente de todo esse processo e esperamos em breve uma decisão louvável e justa amparados pelos recursos impetrados na última semana pelos nossos advogados, em Brasília”.

De acordo com a assessoria jurídica do presidente do PR Metropolitano, um dos recursos é para suspender o processo; outro pede anulação do processo por completo e outro apresenta embasamento técnico, que demonstra mudanças do Código Florestal e comprovando que não houve a prática de crime ambiental.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.