logo-dip-pb

No dia 22 de maio, representantes de 160 igrejas cristãs vão se reunir em Macapá para o Domingo da Igreja Perseguida (DIP), ato para celebrar a liberdade religiosa e conscientizar sobre as vítimas da guerra na Síria e refugiados do Iraque. Na ocasião, haverá palestras sobre o tema na igreja Cristã Evangélica, no bairro Jardim Marco Zero, Zona Sul.

Segundo informado ao G1, o dirigente da igreja Jesse James da Costa disse que o evento acontece há pelo menos 10 anos em todo o Brasil e tem o objetivo de lembrar os que estão sofrendo com a guerra na Síria e os cristãos refugiados do Iraque.

“Atualmente existe uma estimativa de 100 milhões de cristãos em todo o mundo que são hostilizados por causa da fé. Neste dia vamos nos aliar aos irmãos ao redor do mundo para orarmos por todos os perseguidos que não têm a liberdade que nós temos aqui no Brasil”, falou o dirigente.

A correspondente do Ministério Portas Abertas Kadidja Ferreira estará na capital amapaense para falar sobre o a realidade dos cristãos que moram nos países de religião islâmica. Durante a programação, peças de teatro serão realizadas para retratar a falta de liberdade de fé.

VEJA TAMBÉM
Testemunho de cristã vietnamita impacta evangélicos brasileiros

“A programação será gratuita e é aberta para todos os cristãos, em um momento de oração para que o Senhor fortaleça nossos irmãos perseguidos a permanecerem firmes no evangelho. Mobilizamos todas as igrejas para que elas façam parte deste dia especial”, enfatizou.

Veja a programação do “Domingo da Igreja Perseguida (DIP)”

Dia 21 – sábado
Palavra para jovens
Horário: 19h30
Direção: Jessejames Costa
Ministração da palavra: missionária Kadidja Ferreira – ministério jovem underground

Dia 22 – domingo 22
Horário: 9h
Ministração da palavra: missionária Kadidja Ferreira
Almoço no anexo da Iceap

Horário: 19h
Ministração da palavra: missionária Kadidja Ferreira

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.