amasthaaA produção de aves e peixes em Palmas ganha um importante incentivo com a inauguração, nesta quinta-feira, 19, do Frigorífico de Aves e Peixes. Localizado no Assentamento Rural Francisca Galvão, o Frigorífico é resultado da parceria entre a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural (Seder), Secretaria da Agricultura do Tocantins (Seagro) e Associação Francisca Galvão.

Com capacidade inicial para o abate e beneficiamento de 200 quilos de aves e peixe por dia, e meta de atingir dois mil quilos/dia, o Frigorífico atende demanda dos pequenos produtores rurais de Palmas, que poderão realizar o abate de sua produção de acordo com as normas sanitárias vigentes, garantindo maior segurança alimentar ao consumidor.

“O produto abatido no Frigorífico já sairá com o Selo Municipal de Inspeção, o SIM, que garante que a manipulação é feita de acordo com os critérios sanitários para o beneficiamento de alimentos”, explica o secretário da Seder, Roberto Sahium, ao informar que a equipe responsável pelo SIM fará o acompanhamento técnico da produção, com a regulamentação, fiscalização, monitoramento e certificação dos itens beneficiados.

Além da qualidade do alimento, o novo Frigorífico irá gerar emprego e renda para a comunidade rural de Palmas, que já tem na produção de aves uma importante fonte de renda, e que poderá ser ampliada, uma vez que há condições adequadas para o abate e beneficiamento do produto, além de uma demanda de mercado.

“A opção pela construção do frigorífico atende a demanda dos produtores, que desde o ano 2.000 começaram a investir na produção de galinhas caipiras em Palmas, bem como o mercado, já que a galinha caipira é um produto bastante procurado. Podemos dizer que a galinha caipira é o prato nacional”, ressaltou Saihum.

Já a produção de peixes tem crescido em Palmas, também com um grande potencial de mercado. “Nós queremos é isso, sair do assistencialismo para a assistência, ou seja, promover condições para que o pequeno produtor tenha como crescer e colocar seu produto no mercado”, disse o prefeito Carlos Amastha, durante a inauguração do Frigorifico.

Presidente da Associação Rural Francisca Galvão, proprietária do prédio onde o frigorífico foi instalado, a agricultora Damiana de Souza ressaltou que o empreendimento é um meio para que as famílias permaneçam no campo. “Vai ser uma fonte de renda, nós temos muitas famílias que saem da zona rural, com o Frigorífico podemos ter emprego e renda para que elas permaneçam aqui”, disse.

Para a construção do Frigorífico a Prefeitura de Palmas implantou a infraestrutura: asfalto, rede de esgoto e reforma do prédio; a Seagro disponibilizou os equipamentos em regime de comodato, e a Associação Francisca Galvão cedeu o prédio. Com nforamções ascom Palmas

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.