SONY DSC
Servidores presentes no lançamento do Musme nesta quarta, 25, em Palmas. Foto: Divulgação

Nesta quarta-feira, 25 de maio, o SISEPE-TO participou de um dia histórico para a luta sindical e a defesa dos direitos dos servidores públicos do Estado do Tocantins. Com a presença de 41 entidades classistas, entre Sindicatos, Associações representativas, Federações e Associações de Militares, foi lançado o Movimento de União dos Servidores Públicos Civis e Militares do Estado do Tocantins (MUSME-TO).

A diretoria do SISEPE-TO marcou presença no evento que aconteceu no auditório da Assembleia Legislativa, em Palmas. Os delegados regionais, diretores de base, membros da Diretoria Executiva e do Conselho Fiscal fizeram questão de comparecer e reafirmaram total apoio ao MUSME-TO. Também foi registrada a presença sindicalizados do interior do Estado e da Capital. No total, cerca de 200 pessoas lotaram o auditório.

Na ocasião, foi apresentada a primeira pauta conjunta a ser defendida: o pagamento dos retroativos da data-base do ano passado, bem como a incorporação do índice referente à data-base deste ano.

Segundo a Comissão Organizadora, as primeiras ações de mobilização nesse sentido, serão a convocação de Assembleias Gerais para o dia 11 de junho. “Tendo em vista o insucesso da negociação e do diálogo com o Governo, todos os Sindicatos participantes do Movimento vão convocar Assembleias Gerais para ouvir os servidores e então decidir o que será feito daqui para a frente”, esclareceu Cinthia Paula de Lima, membro da Comissão Organizadora do MUSME-TO e presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia (SINDEPOL-TO). Também integram a Comissão: Gustavo Menezes, do Sindicato dos Servidores do Ministério Público do Tocantins (SINDSEMP-TO) e o capitão da Reserva, Raimundo Sulino, presidente da Associação dos Militares da Reserva (ASMIR).

VEJA TAMBÉM
Servidores estaduais entram em greve nesta terça-feira, 09

Em seu pronunciamento, o presidente Cleiton Pinheiro reforçou o engajamento do SISEPE-TO nas pautas defendidas pelo MUSME-TO e disse que os servidores do Quadro Geral, Unitins, Adapec, Ruraltins, Itertins e Administrativos da SEFAZ estão prontos para as mobilizações. “O SISEPE-TO sempre dará total apoio às iniciativas que busquem garantir e ampliar os direitos dos servidores públicos. E para que a nossa data-base seja paga, vamos até o fim. Estamos prontos para a batalha, estamos prontos para a mobilização”, argumentou Cleiton Pinheiro.

Ele informou ainda que, seguindo a orientação do MUSME-TO, o SISEPE-TO convocará Assembleia Geral Extraordinária para o próximo dia 11 de junho. O edital de convocação será publicado no Diário Oficial do Estado, informando a hora e o local da Assembleia, que acontecerá em Palmas. Poderão participar todos os servidores da base representada pelo SISEPE-TO, sejam sindicalizados ou não. Os servidores que vieram do interior do Tocantins terão direito à ressarcimento e devem procurar o Sindicato para obter mais esclarecimentos a respeito.

PARTICIPAÇÃO DO SERVIDOR

Reginaldo Rodrigues é sindicalizado ao SISEPE-TO e servidor estadual do Colégio Estadual Rui Barbosa, em Araguaína. Ele, que veio até Palmas para participar do lançamento, ressaltou a importância dos servidores se engajarem e participarem das ações do MUSME-TO. “Eu vim para testemunhar essa união. A partir do momento que temos um movimento único para representar todas as categorias, fica mais fácil conversar com o Governo e negociar. Porque a gente não quer que aconteça como no ano passado, quando as categorias negociaram de forma separada. Isso reduz a nossa força”, pontuou o servidor.

VEJA TAMBÉM
Sindicato dos servidores cobra pagamento do 13º para até, no máximo, dia 20

SAIBA MAIS SOBRE O MUSME-TO

Criado em maio deste ano, durante as reuniões conjuntas para tratar das reivindicações dos servidores estaduais, o MUSME-TO é uma iniciativa que busca unificar e fortalecer a luta dos servidores. Com a união das diversas categorias profissionais e evitando negociações paralelas, o MUSME-TO vai coordenar a atuação conjunta das entidades classistas. As deliberações envolverão todos os Sindicatos e Associações, no entanto, o MUSME-TO será o responsável para colocá-las em prática, especialmente, no que tange à organização das mobilizações e protestos. (Assessoria de Comunicação SISEPE-TO)

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.