Amastha quer autorização para conseguir empréstimo de quase meio bilhão de reais
Amastha quer autorização para conseguir empréstimo de quase meio bilhão de reais – Foto: Divulgação

Na última quarta-feira, 1° de junho, o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, usou a sua conta na rede social Twitter, para criticar e cobrar o Governo do Estado, repasses de convênios da área da saúde. O prefeito afirmou na ocasião, que não quer parcerias ou obras com o Governo do Tocantins. “Não queremos parcerias, obras, desse @governoTO pessimamente administrado. Apenas exigimos segurança e o pagamento do nosso dinheiro. Agora”, disparou.

No entanto, apesar de dizer que não quer parcerias com o Governo do Tocantins na execução de obras, tramita na Câmara Municipal de Palmas, projeto do prefeito Carlos Amastha (PSB), solicitando autorização para contrair empréstimo gigante na ordem de R$ 463 milhões de reais, para investir no desenvolvimento de áreas carentes de infraestrutura e em políticas públicas como mobilidade urbana.

amastha-emprestimoO PL esta tramitando na Casa de Leis desde fevereiro deste ano. Ao todo o valor alcança a bagatela de U$$ 130.870.519,77, a ser conseguido junto às instituições financeiras internacionais. O montante de U$$ 60.870.519,77 será contraído junto à Corporação Andina de Fomento/Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e serão destinadas ao financiamento do Programa de Readequação Urbano, Palmas para o Futuro.

VEJA TAMBÉM
Sobre Previpalmas, oposição acusa prefeitura de mais uma vez fazer manobra política

Já o total de U$$ 70.000.000,00 visa à execução do Programa Palmas Sustentável, no âmbito da iniciativa Cidades Emergentes e Sustentáveis (ICES). O valor será adquirido junto ao Banco Interamericano de Fomento (BID). O prefeito destaca que os recursos visam impulsionar o desenvolvimento sustentável de áreas da Capital, carentes de infraestrutura. Para o gestor as ocupações dos espaços territoriais serão otimizadas com a implantação de mais núcleos comerciais e residenciais proporcionando à comunidade prestação de serviços com maior qualidade.

Da Redação JM Notícia

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.