KOC_6855(1).619x361

A venda de uma hora da programação vespertina da RedeTV! para a Igreja Universal do Reino de Deus, que gerou protesto no ar do apresentador Luciano Faccioli, salvou o emprego de dezenas de funcionários. A negociação foi fechada por R$ 2,5 milhões mensais, dinheiro suficiente para financiar todo o departamento de jornalismo da emissora, com 200 profissionais.

De acordo com o site Notícias da TV, A emissora passa por um momento delicado por causa da crise econômica e teria que fazer um corte drástico de colaboradores se não fechasse o acordo com a igreja.

No Olha a Hora! da última quarta-feira (1º), Facciolli reclamou que seu programa, no ar havia apenas 17 dias, perdeu uma hora para a igreja. Sem aviso prévio, o telejornal começou às 18h _e não às 17h. Faccioli, que foi irônico ao usar termos como “Ave Maria”, foi suspenso por três dias. A direção da emissora decide hoje (6) se ele retorna ao telejornal amanhã ou se terá uma punição ainda mais grave _uma ala defende que ele seja demitido.

VEJA TAMBÉM
Congresso Nacional fará sessão solene em homenagem aos 40 anos da Igreja Universal

A mudança repentina na programação na quarta-feira gerou mal-estar em vários setores da emissora, inclusive entre executivos do alto escalão. Os profissionais envolvidos com o telejornal só foram avisados da mudança de horário por volta das 16h30. É que a negociação com a Universal foi fechada em cima da hora.

O contrato de cessão da faixa das 17h às 18h só foi assinado por volta das 15h. Como o contrato é mensal, e era o primeiro dia do mês, a direção da RedeTV! optou por começar a transmissão da programação da Universal no mesmo dia _assim, faturaria o mês todo.

A direção da RedeTV! vinha tentando evitar a locação de uma hora do final da tarde, mas a crise econômica se agravou para veículos de comunicação. Grandes anunciantes da emissora, como o comércio varejista e o governo federal, pisaram no freio e reduziram os investimentos nos últimos meses. Diante da queda de receita com publicidade, não restou outra alternativa senão negociar com a Universal, segundo um alto executivo da RedeTV!.

VEJA TAMBÉM
Dudu Camargo diz que a Igreja Universal mudou sua vida

Apesar do acordo com a igreja de Edir Macedo, a RedeTV! promoverá cortes pontuais de funcionários. Todas as produções serão afetadas. Na sexta-feira, o diretor e duas produtoras do Melhor Pra Você foram dispensados.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.