119808_697x437_crop_576c2d4ab23c3O acidente aconteceu no quilômetro 49 da rodovia estadual AM-010, que liga Manaus a Itacoatiara.Foto: Alisson Castro

O pastor da Igreja Batista em Urucurituba (a 280 quilômetros a leste de Manaus), Emerson dos Santos Ribeiro, morreu em um acidente no quilômetro 49 da rodovia estadual AM-010, que liga Manaus a Itacoatiara. Segundo o sargento da Polícia Militar de Rio Preto da Eva, Marcos Santos, o veículo Palio, conduzido pelo pastor, trafegava no sentido Manaus quando, em uma curva, entrou da contramão e bateu de frente com um caminhão cujo motorista não foi identificado pela polícia.

“A batida foi tão violenta que quebrou parte da roda do caminhão. O motorista estava em estado de choque e teve que ser conduzido por uma viatura do Samu para atendimento médico em Rio Preto da Eva”, afirmou o policial.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBM-AM), o acidente ocorreu às 11h37, entre os quilômetros 50 e 60 da rodovia, em um local conhecido como “curva da morte”.

VEJA TAMBÉM
Pastores e cantores evangélicos lamentam falecimento do cantor Milton Caetano

Além de Emerson, estava no veículo, como passageiro, o também pastor Geraldo Rodrigues, 56, que segundo o sargento teve o braço quebrado no acidente e foi encaminhado a um hospital em Rio Preto da Eva.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o motorista do caminhão foi identificado como Fábio Borges Nogueira.

“O motorista do caminhão será encaminhado a delegacia de Rio Preto para procedimentos e vamos aguardar a chegada da perícia”, afirmou o sargento.

Segundo o membro da Igreja Batista em Urucurituba, o auxiliar de serviços gerais Paulo José, 55, que vinha em outro veículo atrás do Palio, o pastor Emerson estava a caminho de Manaus para participar de um encontro da igreja. “Todo ano temos um seminário da igreja, no bairro de Adrianópolis. É uma reunião de pastores. Quando chegamos aqui, ele já estava preso nas ferragens”, disse.

Com informações D24

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.