“Depois de três anos e meio de gestão, o prefeito tenta enganar a população dizendo que vai fazer sete creches”, dispara Cláudia Lelis
“Depois de três anos e meio de gestão, o prefeito tenta enganar a população dizendo que vai fazer sete creches”, dispara Cláudia Lelis

A pré-candidata à Prefeitura de Palmas e vice-governadora Cláudia Lelis (PV) se reuniu nesta quinta-feira, 23, com moradores da região Norte de Palmas. No evento, promovido pela pré-candidata à vereadora, Vânia Vidal (PSDC), na 606 Norte, Cláudia Lelis criticou a postura do atual gestor que só agora, no final da gestão, promete entregar obras essenciais à população.  

  claudia-lelis“Depois de três anos e meio de gestão, vem agora dizer que vai construir sete creches. Isso é manobra para enganar a população”, disse Cláudia Lelis, que falou ainda que a ampliação do número de creches deveria ter sido uma prioridade da atual gestão, uma vez que a cidade possui um déficit de vagas que chega a 5 mil crianças que precisam de creches em Palmas.


Cláudia Lelis também falou da ausência de políticas públicas que amparem, sobretudo, os mais jovens e se reflete na segurança, pois muitos jovens têm sido vítimas da violência. “Precisamos proteger e dar oportunidade às nossas crianças e adolescentes, que estão sem esporte, cultura, lazer e qualificação”, disse, quando deu exemplo da própria praça da quadra 606 Norte, que a Prefeitura diz que está pronta, mas que conta com apenas um brinquedo.


Ainda sobre a segurança, Cláudia disse que é um problema que deve ser encarado compartilhando a responsabilidade. Ressaltou que o maior número de viaturas nas ruas é fundamental, e que o Estado já anunciou concurso público para ampliar o número de policiais nas ruas, mas que é preciso a atuação conjunta do município. “Existe uma maquiagem na cidade que está limpa e florida no centro, mas com mato alto e às escuras nos bairros e isso também aumenta os problemas na segurança. Além disso, o crime prospera quando o jovem não tem perspectiva, quando a Prefeitura vira as costas para essa população, que não conta com um apoio social para dar suporte a eles”, ponderou Cláudia.


A pré-candidata também falou dos problemas da saúde no município, onde o gestor deixou de entregar o hospital de emergências, uma promessa de campanha. “É inaceitável que uma capital como Palmas não tenha um hospital próprio e dependa exclusivamente do HGP para as demandas urgentes”, enfatizou.


Cláudia Lelis disse que o hospital municipal é uma prioridade no seu Plano de Governo, o qual vem sendo construído ouvindo a população. “Nós trabalharemos pelas pessoas, por isso que o nosso projeto é construído a várias mãos, porque somente quem vive os problemas da cidade no dia a dia pode dizer o que precisa para melhorá-la”, disse.

Com informações Ascom 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.