capit]ao O Diretório Municipal de Campanha do pré-candidato ao executivo de Porto Nacional-TO, capitão Diógenes (PSDC), anunciou parceira com a empresa HC Consultoria Gestão e Serviços Ltda, especializada em pesquisas político-científicas. De acordo com a assessoria do pré-candidato, as pesquisas visam mapear as necessidades, problemas e desafios de Porto Nacional, através de consultas à população por meio de enquetes e entrevistas estruturadas com líderes e moradores de setores e bairros das cidades.

Segundo o Prof. Harry Hamming III, economista pela Universidade de São Paulo, e um dos coordenadores da pesquisa, “aos candidatos, não basta somente ouvir as pessoas, e prometer soluções infundadas e mentirosas. É necessário realizar o tratamento científico das informações coletadas, mapear a origem das necessidades das pessoas e da comunidade. E, então, direcionar estudos para encaminhamento de políticas públicas empreendedoras como solução viável dentro dos limites operacionais do orçamento municipal. Assim, o candidato promete o que realmente e legalmente poderá cumprir, eliminando as eternas demagogias de promessas sem fundamentos, e com isso, enterrando de vez o alimento da corrupção, a exemplo da tão conhecida política da indústria da seca no Nordeste.”

VEJA TAMBÉM
Tocantins bate recorde e conquista medalha de ouro no salto a distância das Paralimpíadas Escolares

O Prof. Lourival Gonçalves da Glória, do IFTO/Campus Paraíso do Tocantins, especialista em Gestão e Auditoria na Administração Pública e com MBA em Contabilidade e Direito Tributário, e também coordenador da pesquisa, afirma estar convicto do poder prático dessa metodologia político-científica para a elaboração de uma proposta de governo viável e útil para implementar um Plano Diretor, onde o modelo de desenvolvimento como liberdade deve ser o crescimento econômico e a solução para a questão social a gestão empreendedora com o enfoque de sua finalidade: para quê? Qual o sentido de se mudar? Qual o resultado final que se quer obter, uma vez que a Gestão esteja mudada? A partir daí, sabe-se qual mudança deve ser feita e de que maneira deve ocorrer a transição da Gestão que se tem para a Gestão que se deseja. Isso, somente faz sentido se facilitar a implementação da gestão empreendedora, estudando os fatores que a condicionam os sistemas político, partidário e eleitoral, e, muitas vezes, a tornam inviável

O pré-candidato a prefeito de Porto Nacional-TO, Capitão Diógenes, diz estar otimista e confiante com essa parceria, possibilitando a inauguração de uma era de profissionalização científica da política portuense, além da cultura da pedagogia político-científica. “Estamos preparando uma campanha focada na educação política e no argumento de que podemos sim realizar uma gestão pública empreendedora, diferente e de resultados práticos e excelentes para toda a população, e tudo isso, dentro do orçamento, e sem a possibilidade de favorecimento a este ou aquele grupo de famílias’.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.