dirigir-cnh-cassada
Cerca de 90% destes condutores são de Araguaína e Palmas.

Mais de 10 mil motoristas do Tocantins podem ter as carteiras de habilitação suspensas. De acordo com o Departamento de Trânsito do Tocantins (Detran), cerca de 6 mil atingiram o limite de 20 pontos. Os outros cometeram infrações que têm a suspensão como punição.

Conforme o Detran, o excesso de velocidade é a causa de 60% dos casos em que os condutores excederam a pontuação. Ao atingir o limite, os motoristas podem ter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa entre 30 dias e seis meses.

Muitos condutores não sabem que estão na lista porque não acompanham se há alguma pontuação. “Eu não verifico. Só quando vou fazer a renovação que fico sabendo se tem alguns pontos ou não”, disse o autônomo Elias de Souza.

Para verificar a pontuação é preciso entrar no site do Detran e pesquisar pelo CPF. “A maioria não sabe porque não tem o endereço atualizado e não tem como receber as notificações”, disse a gerente do Detran Claudineide Martins.

VEJA TAMBÉM
Tragédia: Família evangélica morre em acidente no AC; acidente teve mais 2 vítimas

“Se tiver atingido a pontuação deve procurar o Detran para ser notificado e apresentar a defesa em até 30 dias. Porque as vezes não é a pessoa que estava dirigindo o veículo, pode ter vendido e não fez a comunicação de venda”, explicou.

O motorista que tem carteira suspensa precisa entregar a CNH porque só depois disto o prazo da suspensão começa a correr. “Ele precisará fazer um curso de reciclagem na escolinha de trânsito. Depois de receber o certificado terá que fazer uma prova de reciclagem.”

Cerca de 90% das pessoas que correm o risco de perder a CNH estão em Araguaína e Palmas. “A fiscalização é mais rígida nessas cidades. Mas o que a gente vê é que as pessoas realmente não estão se atentando para a segurança. Isso é uma preocupação.”

Com informações G1/TO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.