Da Redação JM

O Dr. Leandro Meuser, advogado do pastor Felipe Heiderich, se pronunciou pela primeira vez na rede social Facebook, na noite desta quarta-feira, 07, para comentar as acusações da pastora Bianca Toledo, contra seu cliente.

A pastora Bianca Toledo, usou a rede social Facebook nesta terça-feira, 06, para comentar que o esposo, o pastor Felipe Heiderich, seria pedófilo e homossexual.

No senado, em seu pronunciamento, o senador Magno Malta chamou Felipe de “falso pastor” e que foi pressionado por lideranças religiosas a denunciar o caso. Felipe e Bianca são líderes do Ministério AME (Aliança Mundial de Evangelização e Ensino), com sede no Rio de Janeiro.

bianca-“O fato é que a pastora Bianca Toledo, casada com o senhor Felipe Heiderich, ela descobriu que esse pastor, falso pastor, estava abusando de seu filhinho de cinco anos de idade”, disse o senador, que afirmou ter tido acesso ao pedido de prisão do pastor, feito pelo do Ministério Público do Rio de Janeiro ao juíz da 17ª Vara Criminal Paulo César Vieira Carvalho Filho. “O garoto relata todos os fatos, já foi ouvido por psicólogo e psiquiatra”, disse Magno Malta.

VEJA TAMBÉM
Conferência com Bianca Toledo e Elizete Malafaia será realizada em Palmas nesta quinta-feira (02)

ADVOGADO NEGA

De acordo com o Advogado de Felipe G. Heiderich, as acusações formuladas contra Felipe são inteiramente falsas e que a polícia saberá investigar para ao final esclarecer a verdade.

advogado“Iremos sim provar a inocência de Felipe nos autos do inquérito policial, confiando no trabalho da Policia e da Justiça”, diz Leandro Meuser, advogado de Felipe.

PRESO

Felipe Heiderich está preso no Cadeia Pública José Frederico Marques, localizada no Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste do Rio. Ele foi levado para a unidade nesta terça-feira. As informações foram confirmadas pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro.

Por meio de nota, a delegada de Polícia Cristiana Bento da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV) informou que o pastor foi preso na segunda-feira pelo estupro de uma criança de cinco anos de idade. De acordo com a investigação, Bianca Toledo foi foi até a delegacia em 22 de junho denunciar o crime, que teria sido cometido pelo padrasto da vítima no interior da residência no bairro Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio.

VEJA TAMBÉM
“Quase pronta para voltar” promete Bianca Toledo

“Foi instaurado inquérito policial e, com base nas provas reunidas, a Delegada representou pela prisão temporária do autor que foi decretada pela Justiça pelo prazo de 30 dias”, informou a Polícia Civil.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.