Da  Redação JM Notícia

Com mais de 23 milhões de visualizações no canal oficial da banda Preto no Branco no YouTube, a canção “Ninguém explica Deus” é o novo hit do momento no meio musical gospel. Preto no Branco é um projeto formado pelo trio composto por Clóvis Pinho, Juninho Black , Weslei Santos e que teve em seu primeiro DVD a participação especial do cantor Eli Soares.

A letra da canção fala sobre a impossibilidade humana em poder alcançar um entendimento último acerca de Deus. “Teologia para explicar ou big-bang para disfarçar”, diz certa parte da letra que também cita que “do crente ao ateu, ninguém explica Deus”.

Ouça a canção:

“Tá errado isso aí”

Se a maioria dos que ouviram a canção foram tocados por ela e a aprovaram, por outro lado há alguns que não foram atraídos pela letra e a melodia desta. É o caso do pastor pastor batista Yago Martins, que é escritor e diretor da Academia de Formação em Missões Urbanas, além de youtuber no canal Dois dedos de Teologia.

O pastor, em um vídeo postado em seu canal na manhã desta segunda-feira, 11, critica, não a intenção da canção, mas a letra desta, destaca ele.  No vídeo, o pastor reforça o artigo escrito pelo blogueiro Filipe Castelo Branco, diretor do blog Cante as Escrituras, que também faz críticas a letra da canção. Cante as Escrituras é um blog que tem como intuito principal contribuir para o crescimento bíblico musical da igreja brasileira.

VEJA TAMBÉM
Preto no Branco lança single e clipe com participação de Priscilla Alcântara

Entre o que se quer dizer e o que se diz há um caminho muito longo”. “A própria musica traz várias explicações sobre quem é Deus…se ninguém explica Deus, o que música tá fazendo explicando Deus, meu Deus do céu?” questiona Yago.

Citando o livro de Colossenses  (3.16), o pastor diz que a música no contexto de igreja é usada como ensino. “A gente vai ensinar a palavra de Cristo através do canto”.

A preocupação de Yago Martins é de que dentro do contexto da igreja a música tem que ser precisa em sua proclamação doutrinária, naquilo que esta sendo passado. “Quando você tem uma música que diz uma coisa mas quer dizer outra, aí você tem um problema sério”, comenta.

O perigo da canção está no fato que se abre um espaço para que muitas pessoas relativistas aceitem essa canção como uma declaração contra a teologia, contra o conhecimento de Deus”, alerta Yago Martins.

Um cara comentou que Deus não pode ser experimentado, apenas vivido, de que doutrina não importa que letra mata, e olha só o que esse tipo de música está incentivando! Você entende que é uma declaração sobre a grandeza de Deus, de como ele não pode ser captado completamente pela mente humana, mas outras pessoas estão entendendo como contra a doutrina, contra a Palavra de Deus, contra a leitura da Escritura, contra o ensino da teologia. E é isso que essa música ta sem querer, talvez, incentivando.” diz o pastor.

VEJA TAMBÉM
Edu Porto lança o single e o lyric video de "Passarinho"

Confira abaixo o vídeo do pastor Yago Martins:

https://youtu.be/BQ77z2971JM

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.
  • Wanderlei Souza

    Mais uma canção feita para comercializar a fé! Se não me engano, lançada pela Sony Music! Na minha opinião a letra menospreza sim a Teologia, pois ao mesmo tempo que se admite que a Teologia existe para “explicar Deus”, ela também a torna inútil quando diz que “ninguém explica Deus”! Não consigo ouvir essa canção sem sentir uns ruídos desagraďáveis nos meus ouvidos reformados! Pelo sim, pelo não, prefiro não ouvir e muito menos cantar!

  • Rafael Neves

    Oh geração, até quando? Será que não leram direito a crítica do pastor? Em outras palavras ele só está dizendo que a canção deveria está mais clara em sua mensagem, dizer que crente ao ateu ninguém explica Deus , como você irá pregar para alguém ensinar sobre a pessoa de Deus, se tanto crente quanto ateus não podem explica lo.
    Eu entendi o sentido da canção,o melhor teólogo não pode explicar Deus em sua totalidade, mas tbm entendi o pastor, a música pode levar a entender que o descrente e o crente estão unidos na mesma ignorância com relação a
    Os cristãos conhecem e prosseguem em conhecer a Deus , Paz!

  • Pollyanna Miranda

    Entendo o ponto de vista do pastor e a preocupação que ele tem com esta musica poderia ser mais clara sim mas quando vem do coração é difícil ser tão racional e pensar em detalhes… esta canção é tao forte e maravilhosa que sinto que brotou do coração de alguém que apenas transmitiu para o papel…e outra para se interpretar um texto não se utiliza de uma frase solta e pronto..ao estudar a canção por completo fica muito facil compreender a grandeza de Deus e que também não se pode defini-Lo e bater o martelo sobre “O que é Deus”…Definir Deus pelas coisas que Ele faz é tomar o efeito pela causa…Afirmar que podemos DEFINIR seguramente o que é Deus é muita arrogancia, somos muito imperfeitos ainda para compreendermos e afirmamos quem é Deus, podemos ate TENTAR mas sempre será de acordo com nosso ponto de vista e com nossas limitações…assim como diz a canção “no silencio encontro resposta certa então” Deus não se explica, se sente por isso não temos capacidade ainda para explicá-Lo, o que podemos é ver e tentar explicar suas OBRAS e sentir seu amor, oq por sua vez só é compreensivel àquele que crê pois usar de tais argumentos para “explicar” Deus a um ateu por exemplo não é suficiente…Deus vai muuuuito alem do que as palavras podem explicar… vi um video de uma pessoa que se dizia ateia em que palavras não foram suficientes para convencê-la de que Deus é real apenas após ela ter uma experiencia intima e particular com Deus ela pode perceber e SENTIR o quanto ele é real e maravilhoso…para quem tem muito conhecimento da biblia esta canção pode gerar conflitos mas para nós simples mortais é como uma oração, um balsamo que mostra o quão pequenos somos diante do Senhor e o quanto Ele nos ama mesmo assim… P.S: para aqueles que adoram apontar dedos e criticar essa é apenas a MINHA opinião,ok?bjos de luz