Ao JM Notícia, Bernardo disse que não ficará na legenda e seguirá o Palácio Araguaia.
Carlos Gaguim é ex-governador do TO – Foto: Divulgação

Os 513 deputados federais elegerão na tarde desta quarta-feira (13) o próximo presidente da Câmara. Segundo as normas da Casa, o escolhido deverá ficar no cargo até fevereiro de 2017, em substituição ao deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que renunciou à presidência da Câmara na semana passada.

Até às 12 horas desta quarta-feira, quando expirou o prazo para registro de candidaturas, 17 deputados haviam se apresentado para disputar o mandato. Apenas cinco deles não possuem ocorrências na Justiça e/ou nos Tribunais de Contas do país. Os outros 12 (70 % do total) têm processos ou inquéritos abertos em seu nome, segundo levantamento feito pela Lupa nos dados reunidos no projeto Excelências, mantido pela Transparência Brasil.

Os 12 deputados que postulam o cargo de presidente da Câmara e têm ocorrências somam juntos 96 pendências na Justiça e/ou nos Tribunais de Contas. O deputado Beto Mansur (PRB-SP), sozinho, responde por 56 delas, sendo o número um no ranking de deputados com ocorrências judiciais. O segundo lugar ficar com Carlos Henrique Gaguim (PTN-TO). Ele tem, também sozinho, 18 ocorrências. Confira abaixo a lista completa:

VEJA TAMBÉM
Carlos Henrique Gaguim comemora início da Obra da Ponte de Xambioá

carlos-gaguim

No grupo dos 12 deputados que são candidatos à presidência da Câmara e que têm ocorrências judiciais, a Lupa também identificou quatro que são réus em ações na Justiça. São eles,Beto Mansur (PRB-SP), Espiridião Amin (PP-SC), Fausto Pinato (PP-SP) e Carlos Henrique Gaguim (PTN-TO).  Pelo menos cinco deputados também já sofreram algum tipo de condenação. Confira:

A votação está programada para ocorrer em Brasília às 16h desta quarta-feira e não tem previsão de encerramento. O prazo para registro das candidaturas foi encerrado às 12 horas, e a Lupa fez este levantamento com base na lista final de candidatos apresentada pela Câmara nesse horário.

O projeto Excelências sofre atualizações constantes. Modificações realizadas em sua base de dados depois do meio-dia de 13 de julho de 2016 não serão refletidas nesta reportagem nem no tuitaço que a acompanha na conta@AgenciaLupa.

Ainda vale lembrar que os deputados podem retirar suas candidaturas até uma hora antes do início da sessão.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.