O presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, lançou oficialmente o aplicativo de combate ao caixa 2 de campanhas eleitorais desenvolvido pela equipe de Tecnologia da Informação do Conselho Federal da OAB. O lançamento aconteceu na cerimônia que instituiu o Comitê de Combate ao Caixa 2 na seccional capixaba.
O aplicativo está disponível para os sistemas Android e IOs e permitirá a qualquer cidadão denunciar casos suspeitos de prática de caixa 2 eleitoral nas eleições deste ano, as primeiras sob a nova legislação, onde mais do que nunca, o convencimento do eleitor deve ser baseado na defesa de ideias e propostas, sem o apelo midiático patrocinado pelas grandes corporações.
“Diante deste novo cenário é fundamental que cada um de nós faça sua parte e além de votar de maneira consciente, auxilie na vigilância contra a prática do caixa 2 eleitoral, que é o germe da corrupção na política. A consciência dos eleitores no momento de escolher representantes é fundamental para que ocorra uma virada ética e moral em nosso país”, afirmou Lamachia.
O presidente abordou também as implicações do caixa 2 nas campanhas, enfatizando que a partir da articulação da OAB e de diversas entidades da sociedade civil organizada é que é feita a transformação. “As instituições que estão aqui têm suas diferenças, mas há uma harmonia plena de propósitos. Todos nós estamos aqui em busca do melhor para o Brasil, e precisamos extirpar definitivamente qualquer forma de corrupção neste país”, afirmou o presidente.
Ele salientou, ainda, que o trabalho realizado pela OAB no sentido de conscientizar a sociedade brasileira do poder e dever inseridos no voto é fundamental. “Voto não tem preço, voto tem consequência. E a consequência de uma escolha malfeita é exatamente o que se vê hoje no Brasil”.
Homero Mafra, presidente da OAB Espírito Santo, acredita que o desafio da Ordem nas eleições municipais que se aproximam é transformar o pleito na eleição da transparência.
Quando nós começamos a ler sobre as eleições próximas ouvimos que será a eleição do Caixa Dois. Nosso desafio é transformá-la na eleição da militância. Temos que voltar ao tempo que o Golpe de 1964 apagou, quando a atividade política era feita com a finalidade de servir. Nós precisamos disso, de um tempo de democracia e liberdade, em que a democracia só se afirmará se o poder econômico não dirigir o processo eleitoral”, conclamou.
Além do aplicativo a OAB manterá também um hotsite com informações sobre a campanha, que também servirá de canal para o recebimento de denúncias, que serão encaminhadas aos Tribunais Regionais Eleitorais. O endereço é www.contraocaixadois.oab.org.br.
A campanha em redes sociais usará o selo #contraocaixa2.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.