Alvo de duras críticas após anunciar o fim de seu casamento com Felipe Heiderich e denunciá-lo por pedofilia, Bianca Toledo resolveu rebater as ofensas recebidas na web. Após ser acusada de não ter provas contra o ex, a pastora decidiu compartilhar imagens de objetos que alegou ter encontrado no escritório do pastor. Dentre eles um registro de Felipe com os olhos pintados e uma bíblia satânica.

Na rede social, Bianca explicou, após publicar uma montagem de fotos: “Objetos encontrados em minha casa, no escritório do acusado, durante sua internação em hospital psiquiátrico após tentativa de suicídio”.

Ainda no texto, a cantora gospel reiterou que a situação não se trata de uma simples “briga de casal” e disparou: “Eu não tenho medo da mentira. O pai dele teme o meu Deus”.

Imagens foram postadas pela pastora nas redes sociais

Em seguida, acrescentou: “Aceito e compartilho da indignação de cada um daqueles que acreditavam que eu tinha o casamento perfeito. Eu também achava. Ele me fez achar isso. Mesmo hoje, olhando de fora, vendo que estávamos longe do que Felipe pregava sempre aos casais”.

VEJA TAMBÉM
Marido de Bianca Toledo está calmo e sozinho em cela, diz advogado

Depois de alguns minutos, porém, ela decidiu apagar o post.

Exposição do filho

Além de ter sido acusada de causar a prisão de Felipe apenas por uma crise no casamento, Bianca Toledo também tem sido criticada pela exposição de seu filho nas redes sociais – o menino foi supostamente abusado sexualmente pelo religioso.

Isso porque a pastora chegou a dizer que não comentaria mais a respeito do ex e também ficaria um período longe da web. No entanto, compartilhou uma selfie em que aparecia com o herdeiro no Instagram.

“[…] Essa mulher é desequilibrada e mentirosa. Que mãe estaria postando foto de uma criança abusada feliz da vida? Se isso fosse verdade, ela estaria afastada das redes sociais e orando”, criticou um internauta. “Você não disse que daria um tempo nas redes sociais? Por que expor seu filho?”, questionou outra.

Defesa

Após sair da prisão, Felipe Heiderich gravou um vídeo para dar sua versão dos fatos e negou ter abusado do enteado, de 5 anos de idade. O acusado também garantiu que Bianca Toledo não possuía nenhuma prova do suposto crime de pedofilia e disse acreditar que a verdade ainda aparecerá. Por esse motivo, inclusive, a pastora resolveu exibir parte dos objetos que supostamente teria encontrado no escritório do ex.

VEJA TAMBÉM
Silas Malafaia nega que Michel Temer seja satanista

Com informações GazetaWeb

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.