Da Redação JM Notícia

A Casa Publicadora das Assembleia de Deus (CPAD) reiterou seu pedido de desculpas em um comunicado postado na página no Facebook da CPAD Megastore do Rio de Janeiro. Na nova nota Casa pede desculpas novamente e cita a Editora Fiel e os que compareceram ao evento, mas não destaca uma das figuras principais de toda a polêmica, o pastor Augustus Nicodemus.

O novo pedido da editora não agradou a maioria dos internautas que comentaram na página onde foi publicado a nota.

Nunca vi uma nota de desculpa tão vazia e despida de um fundamento plausível para os leitores“, reclamou um dos internautas.

Remarca com Augusto Nicodemos e iremos acreditar nas suas desculpas. Arrependimento gera frutos” alfinetou outro.

Alguns ainda destacaram que a nota errou em não citar nominalmente o pastor Augustus Nicodemus. “Um passo importante foi dado. Um gesto genuinamente cristão. Só acho que deveriam incluir o reverendo Augustus neste pedido de desculpas. Afinal, não foi só à Fiel e aos clientes da CPAD Megastore – RJque se causou tais transtornos“, escreveu um dos fieis sobre a nota.

VEJA TAMBÉM
Marcos Pereira ora quebrando “macumbaria, bruxaria e todo o mal” de Temer

Todo o histórico

A polêmica toda começou quando um grupo de pastores iniciou nas redes sociais e nos bastidores uma campanha contra a palestra que seria realizada na livraria no Rio de Janeiro na última segunda-feira.(Veja aqui). O motivo – a palestra seria do Reverendo Augustus Nicodemus.

A pressão causada pelos pastores e o barulho provocado pelos favoráveis e não favoráveis levou a CPAD a cancelar  o vento com o teólogo presbiteriano.(Veja aqui).

No final da tarde, poucas horas depois do cancelamento do evento, a editora publicou uma nota tentando explicar os motivos reais da polêmica decisão em cancelar a palestra e também pedindo desculpas pelo ocorrido.(Veja aqui).

A partir daí o que se viu foi um temporal de manifestações e críticas na internet por causa de todo imbróglio causado pelo recuo da Casa e suas explicações mal fundamentadas. Durante toda noite e até hoje as redes sociais têm servido para intermináveis debates entre os que viram na ação da CPAD um grande erro e entre aqueles que a parabenizaram pela decisão de suspender o evento.

VEJA TAMBÉM
Cantora Elaine Martins e Pra Keilla Ferreira participarão de evento no Tocantins

O JM Notícia inclusive separou para os que quiseram saber mais sobre quais as leituras que foram feitas na grande rede acerca do assunto, algumas posições de pastores, teólogos e blogueiros que acompanharam o polêmico desfecho do caso. (Veja aqui).

Confira a nota na íntegra:

13754447_1774840029428951_8938650633871311380_n

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.