Exclusivo: Tiago Andrino anuncia pré-candidatura a vereador e diz que será uma campanha muito difícil
Exclusivo: Tiago Andrino anuncia pré-candidatura a vereador e diz que será uma campanha muito difícil

DA REDAÇÃO JM NOTICIA – RICARDO COSTA

Tiago de Paula Andrino tem 35 anos, é casado e tem 1 filho. Natural de Itajubá, sul de Minas Gerais, morou em Palmas entre os anos 89 e 93. Na época, foi embora pela falta de gramado e centro de treinamento para futebol, sua grande paixão. Quando conquistou o profissionalismo no futebol, chegando a jogar no exterior, decidiu partir para a área de Direito, no qual é graduado pela Faculdade de Direito de Florianópolis – Cesusc. O sonho de ser Promotor de Justiça foi interrompido devido à inserção na área política, fato que aconteceu naturalmente, devido sua atuação em movimentos estudantis.

Nesse espaço de tempo, presidiu o Centro Acadêmico de Direito da Cesusc, atuou como diretor de Comunicação da União Catarinense dos Estudantes – UCE, diretor da Coordenação Nacional dos Estudantes de Direito do Brasil e vice-presidente Sul da União Nacional dos Estudantes. De volta ao Tocantins, foi diretor de Relações Institucionais do Instituto Contato e diretor executivo do Instituto Tocantins Mais Futuro. Atuou como secretário de Governo e Relações Institucionais e secretário de Integração Social e Defesa do Consumidor do município de Palmas, na  gestão do prefeito Carlos Amastha. Andrino é secretário geral do Partido Socialista Brasileiro (PSB).

Agora, Tiago Andrino anuncia um novo desafio, a pré-candidatura a vereador em Palmas, confirmada neste sábado (30) em uma entrevista exclusiva ao JM Notícia. Na conversa, ele abordou uma série de temas relacionados à cidade e à política.

Fazendo uma breve retrospectiva, o portal JM Notícia divulgou há cerca de 1 ano, a possibilidade da candidatura de Tiago Andrino a vereador da Capital. Na época, a informação foi negada. Hoje, Andrino justifica que naquele momento não havia o interesse em ser candidato e que ele mesmo era contra a possível candidatura. “Eu achava que deveria coordenar a campanha do prefeito, se ele fosse à reeleição, e ajudar o nosso partido PSB a montar as candidaturas no interior, por que eu sou secretário geral do partido. A tarefa do secretário geral do partido é acompanhar todas as candidaturas no interior, pois temos mais de 20 candidatos do PSB que estão em primeiro lugar nas pesquisas.”

De acordo com o pré-candidato, a motivação veio após conversar com o prefeito Amastha e alguns amigos. “Eu sou uma pessoa de grupo, eu não tenho um projeto individual, eu fui disciplinado, obediente e respeitei a decisão do meu grupo. Hoje estou encantado, motivado a fazer uma candidatura, exemplar, correta limpa, pra ter um lugar legitimo na Câmara de Palmas. Isso é muito difícil, vai ser uma campanha muito dura e não dá pra dizer que a gente vai ter sucesso. Dá pra dizer que a gente vai tentar.”

Em 2014, quando concorreu a vaga de Deputado Federal, não foi eleito, porém obteve votação expressiva de 36.397 votos (4.96%). Segundo o próprio Andrino, faltou experiência para conquistar a vaga. Ele explica que reconsiderou a decisão de disputar a cadeira na Câmara para ajudar o prefeito no desafio de conduzir a cidade e “criar mais raiz”. “Na Câmara poderei estreitar os laços com a população. Faltou conquistar mais eleitores, e talvez, como sou jovem ainda, essa experiência na Câmara pode ser fundamental pra eu ter um começo mais sólido, com mais intimidade com o povo de Palmas, estando fora da prefeitura e mais próximo da sociedade pra defendê-la e aproximá-la do poder executivo”, disse.

Gestão Amastha

Enquanto secretário, Andrino destaca que um dos maiores legados de sua atuação foi a articulação com a Câmara de vereadores. “No começo elegemos apenas três vereadores na base, então compor uma maioria na Câmara foi um legado que eu contribuí muito, com harmonia. Perdemos apenas uma votação que eu acho que foi ruim pra cidade, que foi a não criação da Agência de Águas, foi a única derrota que tive. Também captamos recursos, graças a nossa articulação em Brasília”

Legado – Palmas Capital da Fé

palmas-capital
Para Andrino, um dos grandes legados que deixou foi ter participado da implantação do Palmas Capital da Fé

Para Andrino, o mais marcante na gestão foi a realização do evento “Palmas Capital da Fé”, que tem se tornando referência no país, um desafio que ele afirma ter participado do início ao fim, em todas as edições, – o processo de regularização das áreas das igrejas – declarando que já esperava questionamentos e não há inconstitucionalidade no projeto do Executivo,-  a regularização de áreas afetadas socialmente como o Taquari, Santo Amaro, União Sul, – o Resolve Palmas, que  também teria sido uma de suas tarefas. Outro ponto positivo seria a criação do Procon (Proteção aos Direitos do Consumidor Municipal. “Criamos a lei, mas por falta de condições financeiras não implementamos. Essa é uma frustração e um desejo de que no próximo mandato a gente possa fortalecer a defesa do consumidor que tanto sofre.”

VEJA TAMBÉM
Instituições evangélicas irão se reunir para traçar estratégias de atuação em Palmas

Taquari

Questionado sobre o não cumprimento de uma das promessas de campanha para o setor Taquari, já que no período eleitoral, o prefeito teria ”adotado” o bairro com um dos seus preferidos, Andrino defendeu que o processo de regularização está muito avançado, mas o trabalho seria difícil.

“Uma herança antiga, um problema gravíssimo. O estado desapropriou o dono de uma área muito grande e não pagou a desapropriação. Esse senhor ganhou na justiça o direito a sua área, agora, dentro do governo Amastha, o que inviabiliza o poder público de atuar em área particular. Foi feito um grande trabalho técnico, jurídico, junto com o estado, com o atual governo, em especial o secretario Aleandro Lacerda, com apoio do Ministério Público, Defensoria Pública, e várias instituições que contribuem para a regularização. Estou confiante que logo teremos boas notícias.”

Estacionamento Rotativo

estacionamentoQuestionado sobre o Estacionamento Rotativo, implantado recentemente na Capital, Andrino foi enfático. “É uma lei anterior ao prefeito Amastha, que cria a democratização das vagas, isso no Brasil inteiro, em todas as cidades, não só em capitais”. Ele explica que o sistema é utilizado para garantir que as vagas em lugares de muito movimento, não fiquem nas mãos de qualquer pessoa. Andrino também defende que o sistema garante acesso à vaga, geração de emprego, sendo uma tecnologia usada no mundo inteiro”.

Questionado sobre o repasse de apenas 7% da arrecadação do estacionamento, para a Prefeitura de Palmas, Andrino disse não conhecer os detalhes, mas afirmou que o contrato segue padrão nacional.

Cidade Sustentável

De acordo com Andrino, o grande desafio da próxima gestão será executar o programa Cidade Sustentável, em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

“Foi feita muita pesquisa, pegamos todos os indicadores pra fazer de Palmas uma cidade inteligente e referência em desenvolvimento humano. O recurso já foi captado e está na fase final. Talvez o grande desafio seja o prefeito poder executar as grandes obras que ele planejou e captou”.

Para o ex-secretário, Palmas está capitalizada e preparada para fazer uma revolução em obras de infraestrutura. “Essa revolução vai chegar por que nós já criamos as condições. Se o prefeito for eleito, ele vai tentar. Se for outro, nós já estamos deixando as condições. Eu não tenho dúvidas que mais uma gestão do prefeito Amastha e Palmas vai ter uma revolução.”

Relação com Evangélicos

 De formação católica, o pré-candidato disse na entrevista que é evangélico há um tempo e faz parte da Igreja Internacional da Renovação (IIR), mas, deixa claro que convive com muitas igrejas e que “se orgulha de ter a confiança e amizade do povo de Deus e de vários líderes.” 

“Meu trabalho de relação institucional com a sociedade em Palmas exigiu uma grande relação com as igrejas, seja católica, evangélica e outras. Tive uma relação muito positiva e prazerosa. As igrejas discutem, lutam contra as drogas, trabalham na recuperação de vidas, conscientização, orientação profissional, postura, família, proteção da criança e do adolescente. Trabalhar com as igrejas é a tarefa de qualquer gestor, não é tarefa minha, ou do prefeito; é de todo gestor.”

Propostas

Questionado sobre os projetos que tem caso venha ocupar uma cadeira na Câmara, Andrino afirma que uma das suas principais propostas seria um Plano Municipal de Habitação, pois trabalhando à frente da regularização fundiária e da moradia, no cadastro habitacional, teria observado que a moradia é um dos principais problemas de Palmas, sendo mais de 20 mil famílias que sonham com a casa própria.

VEJA TAMBÉM
Vereador Folha, líder do Governo Amastha se reúne com Governador

“Com a queda dos recursos federais e do programa Minha Casa Minha Vida, eu defendo que o prefeito crie um programa municipal, com recursos municipais, para a moradia popular. Usando esses grandes donos de áreas, que não pagam IPTU e estão pagando em áreas. Que sirvam para fazer moradia popular. Esse é um sonho meu e que eu vou defender caso esteja na Câmara de Vereadores.”

Andrino também defende que seja feito Projeto de Lei nas esferas municipal, estadual e federal, afirmando que Palmas é a capital da Fé, citando exemplo de Barretos, conhecida como capital do Rodeio e Holambra, Capital das Flores.

“Essas três esferas abrem possibilidades para que a Secretaria Municipal, a Agência Estadual de Turismo e o Ministério de Turismo enxerguem Palmas no mapa como uma cidade que tem uma vocação e com uma política pública clara, para que não sofra preconceito achando que estamos fazendo algo religioso. Nós temos o direito de Palmas ser a Capital da Fé.

Outras duas ações que segundo ele, consolidariam e melhorariam o evento, seria criar uma forma democrática para prestigiar os ministérios de louvor locais e realizar um evento nacional para líderes religiosos, atraindo pessoas para Palmas e  garantindo o sucesso da rede hoteleira, que segundo ele, tem reivindicado um apoio maior. “Houve um aumento, mas não tão significativo.”

Andrino defende que a saúde de Palmas seja de referência. Na educação, Palmas continuaria no modelo integral universalizado e com qualidade.

“O próximo passo é que todas as estruturas sejam tempo integral. Temos que ter a qualidade de tempo integral. Temos que ter piscina, laboratório, estrutura. “É um desafio que os educadores querem.

Bandeiras: “Consumidor e Inclusão”

 Mostrando muita obstinação, e muito categórico, Tiago Andrino reforça que o consumidor vai ser uma de suas grandes bandeiras, já que ninguém na Câmara teria se preocupado com a questão. “É inadmissível uma série de serviços. Exemplo, a gente paga 4G e usa 3G. O abuso das telefonias. As empresas construtoras que não entregam os apartamentos. Fazem obras e não entregam. Eu acho que o consumidor em Palmas, no geral, é muito desrespeitado. As filas do banco que não respeitam o deficiente físico, que não consegue entrar no banco sem um constrangimento. Eu tenho reparado muito no desrespeito que eu sofro e que todos sofrem como consumidor em Palmas. Eu acho que temos que criar uma legislação municipal firme, instrumentos como o Procon Municipal pra defender o consumidor Palmense”.

Outra bandeira seria a inclusão. “Muita gente fala de direitos humanos como se fosse direito do bandido. Pra mim direitos humanos é o cadeirante poder andar na cidade, do cego poder ter acesso ao trabalho, dignidade ao andar na cidade.”

Ligado a Associação dos Autistas, Andrino lamenta a falta de uma política clara para esse público. “No conjunto, fazer uma cidade mais inclusiva, mais acessível. É um grande desafio que nenhuma gestão ainda deu conta, nem mesmo a nossa.”

“Eu pretendo ter essas duas marcas e claro, ajudar o prefeito, se Deus quiser reeleito, a transformar essa cidade, a fazer uma cidade com o melhor desenvolvimento humano do Brasil, com transporte de referência, uma cidade com educação 100% em tempo integral, não pra poucos, mas pra todos. Uma cidade com uma saúde exemplar, diferente do estado e do Brasil. Palmas se você visitar todas as unidades e UPAs temos orgulho. Todas as metas do SUS estão sendo cumpridas e o prefeito sonha que Palmas seja uma referência em Saúde inclusive para servir de turismo. Estamos discutindo o turismo de saúde.”

Ouça parte da entrevista com o ex-secretário:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.