Da Redação JM

RTEmagicC_samuel_aguas_claras_edit_01.jpg
                            Jovem evangélico é covardemente assassinado na Bahia. Foto: Reprodução

Samuel Felipe Pereira, de 21 anos, foi morto na tarde do último domingo (31) dentro de uma lan house no bairro de Águas Claras, em Salvador (BA). O crime aconteceu por volta das 12h, no estabelecimento que fica na Rua Presidente Médici, próximo ao final de linha.

Veja o vídeo:

Segundo a polícia, agentes já estão nas ruas em busca dos homens que aparecem no vídeo. Um deles entra no estabelecimento e faz os disparos que mataram Samuel Felipe.

Toda a ação durou cerca de dez segundos. A dupla chega em uma moto preta na frente do estabelecimento, o carona desce armado usando um capacete, entra na lan house, faz os disparos e sai correndo. A dupla foge logo em seguida, deixando cair objetos.

Motivo da morte

A briga entre facções é a principal razão para a morte de Samuel. Moradores contaram que quando os bandidos invadem o bairro e não encontram um rival, matam um inocente.

A polícia investiga se o rapaz foi morto por ele ser próximo a pessoas envolvidas com o tráfico de drogas. A vítima não possui passagens por tráfico nem por outros crimes. Ainda de acordo com a polícia, as imagens feitas por uma câmera na região ajudaram a identificar a dupla, mas as identidades deles não foram divulgadas. De acordo com populares, um dos homens que aparecem no vídeo é conhecido como Cachinho Silva, o Caverna.

VEJA TAMBÉM
AD Catedral da Missão em Palmas terá a 1ª Cruzada Evangelística

Samuel Felipe era evangélico e não tinha envolvimento com o crime. “A comunidade está revoltada porque o rapaz que foi assassinado é cristão“, disse um morador que pediu para não se identificar. Ele acredita que a morte tenha sido causada por brigas ente facções. Ainda de acordo com o rapaz, a vítima morava na Rua da Caixa d’Água, próximo à base comunitária da Polícia Militar, e tinha ido ao local acessar a internet.

RTEmagicC_enterrojovemlan.jpg (1)
                      Morte do jovem Samuel balou comunidade. (Foto: Evandro Veiga/CORREIO)

Ontem de tarde ele foi na casa de um amigo pedir dinheiro emprestado para sair e entregar currículos“, acrescentou.

Comoção no enterro

Cerca de 200 pessoas lotaram o Cemitério Municipal de Periperi, no Subúrbio Ferroviário de Salvador, para se despedir de Samuel Felipe Pereira, 21 anos. Após o enterro, amigos e familiares se reuniram, na tarde desta terça-feira (2), no fim de linha do bairro, que fica em frente ao local do crime. Eles fizeram uma oração e pediram justiça.

O clima no sepultamento era de comoção. Algumas pessoas foram vestidas com uma camisa com a imagem do jovem e a frase: “o Espírito do Senhor Jeová está sobre mim”. A lembrança foi uma homenagem feita por fiéis da igreja Assembleia de Deus, instituição que Samuel Felipe frequentava e onde fez o batismo há 20 dias.

VEJA TAMBÉM
Nigéria: Centenas de cristãos mortos e 65 igrejas destruídas só nos últimos dias

Emocionados, os colegas do rapaz levaram faixas e cartazes e pediram por justiça. “Felipe era uma pessoa maravilhosa. Ele era amigo de todo mundo. Só tenho bons momentos para lembrar. O pessoal da igreja resolveu fazer essa camisa e vamos fazer uma oração pedindo justiça”, afirmou uma mulher que pediu para não ser identificada.

Ontem, a mãe do jovem comentou o caso em entrevista ao jornal Correios24Horas. “Eu sinto muita dor, não sei como vai ser de agora em diante. Tudo o que ele fazia era por mim e pelos irmãos”, contou.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.