Esqueça as grandes catedrais com traços góticos ou as simples igrejinhas acolhedoras, com uma torre e um sino. O desenho das igrejas não ficou imune à revolução da arquitetura no século XX. Você mesmo já deve ter entrado em alguma igreja que mais parecia um pavilhão de exposições. Aqui nessa lista, porém, a criatividade vai mais além e produz resultados que vão do admirável ao assustador. Confira:

  1. Kirche Zur Heiligsten Dreifaltigkeit, Viena, Áustria (Católica)

Kirche Zur Heiligsten Dreifaltigkeit, Viena, Áustria

“Como você pode ver, nossa igreja é muito especial”, diz um texto no site do templo. Construída entre 1974 e 1976, essa representante da arquitetura brutalista é um projeto de Margarethe Ottilinger baseado em uma ideia do escultor Fritz Wotruba, que diz ter se inspirado na Catedral de Chartres, na França – com bastaaaante margem para a sua própria criatividade. O templo foi feito a partir de 152 blocos “empilhados” e é dedicado à Santíssima Trindade.

  1. Capilla del Atardecer, Acapulco, México (Ecumênica)

Capilla del Atardecer, Acapulco, México

Integrada ao cenário paradisíaco das colinas de Acapulco, a capela aproveita a luz solar e a vista da paisagem. Sua forma busca se camuflar entre as grandes rochas comuns na região. Duas vezes por anos, nos equinócios, o sol se põe exatamente atrás da cruz do altar. A capela, projetada pela BNKR Arquitectura, foi inaugurada em 2012.

  1. Nevigeser Wallfahrtsdom, Velbert, Alemanha (Católica)

3 - Wikipédia

O início da construção se deu em 1963 e a igreja foi consagrada em 1968, em um local que recebe peregrinações desde o século XVII. É administrada por franciscanos. A sua aparência, porém, é o tipo de coisa que nos faz pensar que uma igreja parecida com um pavilhão de exposições não é uma ideia tão ruim assim.

  1. Église Saint-Pierre de Firminy, França (Católica)

4 - Wikipédia

A igreja tem assinatura renomada: é um dos últimos projetos de Le Corbusier, um dos maiores arquitetos do século passado e responsável pela formulação dos cinco pontos da nova arquitetura. Os primeiros esboços datam de 1961 e a pedra fundamental foi lançada em 1970, mas a construção foi interrompida em 1978, por falta de verba, e só foi retomada em 2004, sendo inaugurada dois anos depois. Todo de concreto bruto, o prédio tem uma acústica ruim e uma estética duvidosa.

  1. Chiesa Parrochiale di San Paolo Apostolo, Foligno, Itália(Católica)

5 - Divulgação - Fuksas it

O projeto começou a ser pensado em 1997, quando um terremoto causou ainda mais danos à já precária Igreja de São Tiago. A nova sede paroquial foi inaugurada em 2009 – com outro padroeiro, pois a Igreja Católica comemorava naquela época o Ano Paulino. O cubo é um projeto dos arquitetos Massimiliano e Doriana Fuksas, selecionados por um concurso promovido pela Conferência Episcopal Italiana.

  1. Cardboard Cathedral, Christchurch, Nova Zelândia (Anglicana)

Foto: Wikipedia

Desde o começo de sua construção, em 1864, a bela catedral anglicana da cidade de Christchurch havia passado por cinco terremotos sem sofrer grandes avarias. Porém, o tremor de 2011 destruiu quase toda a torre e deixou o resto do edifício seriamente danificado. Enquanto se projeta um novo templo, a comunidade passou a se reunir na provisória Cardboard Cathedral, isto é, a “catedral de papelão”, uma estrutura inaugurada em 2013 e projetada pelo arquiteto japonês Shigeru Ban. O templo é feito de madeira, vidro e papelão.

  1. Catedral Cristo Rei, Belo Horizonte, Brasil (Católica)

7 - Divulgação - Arquidiocese de Belo Horizonte

Um dos últimos projetos de Oscar Niemeyer, a nova catedral da capital mineira ainda está em construção. Desde a criação da diocese, a Igreja de Nossa Senhora da Boa Viagem foi escolhida como catedral provisória, mas o projeto de uma nova catedral só ganhou força nos últimos 15 anos. O valor total do projeto está orçado em 10 milhões de reais e a catedral pretende ser, segundo dom Walmor Oliveira de Azevedo, “uma obra que congrega a espiritualidade, a fé, a arte, cultura, comunicação, educação e o cuidado social”.

  1. Temppeliaukion Kirkko, Helsinki, Finlândia (Luterana)

8 - Wikipédia

De longe, vê-se apenas um amontoado de rochas e um domo. Mas é uma das igrejas mais visitadas da Finlândia, recebendo mais de meio milhão de turistas anualmente. Projetada pelos irmãos arquitetos Timo e Tuomo Suomalainen, essa igreja foi construída escavando-se uma rocha e recebe iluminação natural de uma claraboia. Inaugurado em 1969, o lugar é muito usado para concertos, devido à sua excelente acústica.

  1. Kappal Matha Church, Uvari, Índia (Católica)

Kappal Matha Church, Uvari, Índia

Essa curiosa igreja foi construída em 1974, depois que a erosão marinha danificou o edifício anterior, também dedicado a Nossa Senhora da Saúde. Parece que levaram bem a sério a ideia de que a Igreja é a barca de São Pedro.

  1. Église Sainte-Bernadette du Banlay, Nevers, França (Católica)

10 - Flickr - Bruno Bellec

Projeto de 1966 de Paul Virilio e Claude Parent, propulsores do movimento da arquitetura oblíqua, que defende “o fim da vertical como eixo de elevação, o fim da horizontal como plano permanente, em favor do eixo oblíquo e do plano inclinado”.

  1. Abbey Church of Saint John the Baptist, Collegeville, Pensilvânia, Estados Unidos (Católica)

11 - Architectuul

Fundada em 1856, a Abadia de São João Batista é o maior mosteiro beneditino do hemisfério ocidental, com 190 monges. O crescimento da abadia fez com que nos anos 1950 se pensasse na construção de uma nova igreja, cujo projeto foi encomendado a Marcel Breuer. O templo foi consagrado em 1961 e é usado tanto pelos monges quanto pelos estudantes da universidade anexa, fundada pelo mosteiro.

  1. Cathédrale de la Résurrection, Évry, França (Católica)

12 - Wikipédia

Construída entre 1992 e 1995, é a única igreja francesa construída para ser catedral no século XX. Projetado pelo arquiteto suíço Mario Botta para ser sede da diocese de Évry-Corbeil-Essonnes, o edifício tem um formato cilíndrico, mas o toque final são as árvores que coroam o prédio. O aspecto estranho que o conjunto tem quando as árvores estão com folhagem fica pior ainda quando elas secam.

  1. St. George Antiochian Orthodox Church, Allentown, Pensilvânia, Estados Unidos (Ortodoxa)

St. George Antiochian Orthodox Church, Allentown, Pensilvânia, Estados Unidos

É o segundo templo da comunidade ortodoxa antioquena da cidade, inaugurado em 1963. O primeiro, de 1916, ficou pequeno demais para a comunidade nos anos 1950. Mas os fiéis já estão planejando um terceiro templo, e nós temos a esperança de que ele saia melhor do que o atual.

  1. Christus Hoffnung der Welt Kirche, Viena, Áustria (Católica)

14 - Wikip+®dia

Concluída em 2000, com projeto de Heinz Tesar, essa igreja faz parte de Donau City, uma região planejada de Viena, na qual a primeira construção se deu em 1995. A igreja, para o bem e para o mal, segue o padrão moderno da área. Seu exterior é constituído por chapas de aço inoxidável que mudam de cor dependendo da intensidade da luz. A superfície escura é perfurada com janelas redondas e texturizada com parafusos de aço inoxidável.

  1. Iglesia de Santa Mónica, Rivas-Vaciamadrid, Espanha (Católica)

15 - Wikip+®dia

Com projeto de Ignacio Vicens, esse templo foi inaugurado em novembro de 2008. As sete “protuberâncias” vistas na foto projetam sete focos de luz natural no presbitério, que representam os sete dons do Espírito Santo. O efeito é interessante, mas parece que a aparência externa da igreja saiu perdendo.

  1. Church of Christ the King, Bowburn, Inglaterra (Anglicana)

16 - Wikip+®dia

Essa igreja, felizmente, já passou dessa para a melhor. Em 2007, o antigo edifício, caracterizado pelo telhado de abacaxi e pela torre que lembra um avião enterrado com o bico no solo, foi substituído por um mais simples e belo.

  1. Herz-Jesu-Kirche, Munique, Alemanha (Católica)

17 - Wikip+®dia

A igreja antiga foi quase totalmente destruída durante um bombardeio na Segunda Guerra Mundial. Restaurada, foi novamente destruída por um incêndio, em 1994. A igreja nova, de autoria do estúdio Allmann Sattler Wappner, foi consagrada em 2000. Nos dias comuns, usa-se a porta pequena que se pode ver a foto, mas em festividades importantes toda a fachada se abre como uma gigantesca porta. É uma das igrejas mais frequentadas de Munique – cidade que teve como arcebispo, entre 1977 e 1981, o hoje papa emérito Bento XVI.

  1. Chiesa del Santo Volto, Turim, Itália (Católica)

18 - Sindone e Dintorni

Construída entre 2004 e 2006 onde antes funcionava uma siderúrgica, a igreja é dedicada à Santa Face de Jesus, tal como aparece no Santo Sudário, que é custodiado na cidade de Turim. O rosto do homem do Sudário em estilo pixelizado domina o presbitério da igreja. O projeto, também de Mario Botta, manteve a chaminé da antiga fábrica e a transformou em campanário.

  1. St. Joseph The Betrothed Ucrainian Catholic Church, Chicago, Estados Unidos (Católica)

19 - Blue Print Chicago

Nem a tradicional arquitetura bizantina escapou das tentativas de inovação. Embora esse templo católico ucraniano seja como os outros no seu interior, o exterior tentou ser “diferentão”. A construção foi inaugurada em 1976.

  1. Maria-Magdalena-Kirche, Freiburg, Alemanha (Católica e Luterana)

20 - Wikip+®dia

O prédio, inaugurado em 2004, é a sede de duas comunidades cristãs, uma católica e uma luterana. Há espaços diferentes para os cultos das duas denominações dentro do edifício. Templos compartilhados como esse não são tão raros na Alemanha. De autoria de Susanne Gross, o edifício é todo de concreto bruto, com mobiliário de madeira.

BS: Todas as imagens são de divulgação ou provenientes de Wikimedia Commons, Flickr e Google Street View.

Com informações Sempre Família

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.