d063d8b7c1471349d2847c26ce4e4d8c_XL
Adolescentes assaltam pastores e um casal, são feridos a tiros e se passam por vítimas

Dois adolescentes de 15 e 17 anos foram feridos a tiros e apreendidos no fim da noite de ontem (8) depois de assaltar um casal de pastores e, minutos depois, outro casal que estava em um carro, na Avenida Costa e Silva, em Campo Grande. O que chamou atenção no caso é que depois de serem baleados, os adolescentes se passaram por vítima de assalto, mas acabaram presos.

Tudo começou por volta das 22h30 de ontem, quando a dupla, que estava em uma moto Titan vermelha, abordou um casal de pastores que saía do culto, no bairro Maria Aparecida Pedrossian.

Ameaçando estarem armados, os adolescentes pediram os dois celulares do casal e ainda agrediram o pastor na cabeça. Quando os meninos se preparavam para fuga, o pastor disse que “Deus está vendo, vocês vão pagar logo”.

Os adolescentes fugiram e pouco tempo depois praticaram outro roubo, dessa vez na Avenida Costa e Silva. Lá eles abordaram um casal que estava em um carro, levaram a bolsa da mulher e o celular do motorista.

Um outro motorista que presenciou o roubo reagiu ao assalto e atirou contra os adolescentes. Tanto o homem que reagiu quando os meninos fugiram.

O casal decidiu buscar ajuda na delegacia e enquanto o caso era registrado, investigadores da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Piratininga acompanhavam pelo rádio da corporação que dois adolescentes tinham procurado socorro em uma casa da Vila Ipiranga afirmando que tinham reagido a um assalto e estavam feridos.

Como as características dos dois casos batiam, os policiais descobriram que os adolescentes estavam se passando por vítimas. Eles foram presos depois de serem socorridos por Corpo de Bombeiros e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) até a Santa Casa.

A bolsa com todos os celulares roubados a polícia encontrou escondida em cima de uma árvore, perto de onde os adolescentes pediram ajuda. Tudo foi recuperado e os adolescentes estão apreendidos na Santa Casa sob escolta.

Com informações Correio do Estado

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.